segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Tempo de Ouvir - Diogo Vida Trio


EL DUENDE, disco editado em Abril de 2018, é o terceiro disco de música original do compositor e pianista Diogo Vida. Tive oportunidade de o ouvir acompanhado por músicos sobejamente conhecidos no meio nacional e estrangeiro: Yuri Daniel no baixo eléctrico (Jan Garbarek Group, entre outros) e João Cunha na bateria (Ivan Lins, entre outros). Este trabalho conta com o apoio da rádio Antena 2 e da Fundação GDA - Edição Fonográfica de Intérprete.

EL DUENDE junta o jazz mainstream com o flamenco, a música clássica, o rock e a música electrónica.

É um trabalho inovador e aclamado pela crítica internacional. A prestigiada All About Jazz atribuíu 4,5 estrelas (máximo de 5) e declarou que o disco é uma raridade. Muitas outras publicações especializadas e programas de rádio de jazz manifestaram o sucesso deste disco. De Portugal à Argentina, de Espanha à Bélgica, de França aos EUA, o EL DUENDE faz correr a tinta e faz-se ouvir. 

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Os meus Livros #38 - Vocês não me conhecem (Imran Mahmood)

SINOPSE

Apenas uma coisa interessa. Foi ele?
Antes das alegações finais, um jovem réu de origem africana despede o seu advogado e decide contar a sua história, defendendo-se da acusação de homicídio em primeiro grau.
Explica que o advogado lhe disse que tinha de deixar algumas partes da história de fora, porque às vezes a verdade é demasiado difícil de explicar e pouco verosímil. Mas com a sua voz única, e criando imensa empatia no leitor, ele decide contar a sua história, toda a verdade.
Existem oito provas contra si. O narrador desmonta cada uma delas, deixando a sua vida nas nossas mãos. O leitor, que é como um membro do júri, tem de decidir se o seu narrador é culpado ou inocente.


«Um drama jurídico original que põe o leitor no lugar do júri. Extraordinária ficção centrada nas personagens. Uma obra de mestre.» Guardian
«Espantosamente original, impressionante, escrito de forma esplêndida.» Daily Mail
«Uma viagem de montanha-russa.» Guardian
«Um drama jurídico original e impressionante.» The Times
«Nunca vai conseguir adivinhar o final.» The Sun
«Escrito na perfeição, agarra o leitor desde a primeira frase, com aquela voz ímpar do arguido, e não o larga até à surpreendente reviravolta no final.» Daily Express
«Nunca leram nada assim.» Financial Times

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Do Pedal para o Blog - Foi assim que aconteceu o NGPS de Guimarães

Num dia de chuva torrencial que nunca nos deu tréguas saímos de casa para pedalar pelos Trilhos do Rei. Foram cerca de 40 km duríssimos pelo estado em que a chuva deixou os trilhos e porque pedalamos todo o trajecto completamente encharcados. Um sapato de encaixe estragado, um relógio Garmin danificado, um telemóvel afogado e um furo que nos obrigou a um fim bastante doloroso não estragaram a nossa aventura nem este dia tão especial em que a pedalada serviu para comemorar o aniversário de uma das minhas melhores amigas. O lanche/jantar que se seguiu compensou todo o esforço matinal pela diversão e companhia. 






segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Tempo de ouvir - Jogo de Damas


O Jogo de Damas é um grupo vocal criado em 2010, constituído pelas vozes de Bárbara Francke, Fátima Serro e Sameiro Sequeira, às quais se juntou actualmente Gabriela Braga Simões. Em 2012 editou o seu primeiro trabalho discográfico - "Jogo de Damas", pela Editora Numérica.

Neste seu percurso, tem vindo a apresentar-se nos mais variados auditórios nacionais, nomeadamente em Festivais de Jazz de referência. O Projecto tem sido aclamado pela crítica e divulgado nos meios de comunicação social. Foi igualmente apoiado por José Duarte nos seus programas "Cinco minutos de Jazz" e "A menina dança?".

O Jogo de Damas é acompanhado por um trio de músicos de grande relevo, com Paulo Gomes no piano, Miguel Ângelo no contrabaixo e Acácio Salero na bateria. O repertório percorre diversos estilos desde o Jazz à Bossa Nova e à Pop, com diversos temas cantados a cappella.

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Tempo de ver - Joker


Joker deixou-me colada à cadeira e ansiosa com cada acontecimento. Não me mudou o mundo mas deixou-me a pensar nele. 

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Do Pedal para o Blog - Foi assim que aconteceu a Rota da Zorra

O que é uma Zorra e que Zorra é esta?

Zorra é um carro elétrico com caixa aberta, vocacionado principalmente para o transporte de
carvão e cinzas, utilizado pela Companhia de Carris de Ferro do Porto (CCFP) que, na tentativa
de baixar os custos associados à aquisição de carvão cria uma linha elétrica para a circulação
de Zorras que transportavam carvão desde as Minas de Carvão de São Pedro da Cova até à
Estação Termoelétrica de Massarelos.

A Zorra n.º 53, construída em 1932, é uma das que em 1970 é abatida à frota da já então STCP.
Com a primeira edição do evento foi possível dar o pontapé de saída para o restauro da Zorra.
No entanto, as necessidades do Museu Mineiro continuam a ser muitas e como tal o objetivo da
edição deste ano foi angariar fundos para ajudar na manutenção das instalações e do seu espólio.










segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Tempo de ver - Por aqui e por ali



 Passaram-se anos desde que li o livro, nem um nem outro me surpreenderam ou apaixonaram, mas é sempre bom ouvir falar de grandes aventuras. 

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Do Pedal para o Blog - Foi assim que aconteceu um passeio no meu quintal

Percorro trilhos sem fim, subo às montanhas mais altas, vejo as paisagens mais incríveis, mas as minhas serras estão sempre lá para mim e serão sempre as mais belas do mundo.







quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Sem Pedal no Blog - Foi assim que aconteceu uma grande Caminhada

Apesar de não ser grande em termos de quilómetros esta caminhada foi grande por tudo o que nos mostrou. Saímos de manhã bem cedo, entre amigos, para conhecer melhor aquilo que temos tão perto que por vezes chegamos a esquecer. Percorri trilhos fantásticos, tive oportunidade de conhecer o interior e saber mais sobre a considerada recentemente a casa mais estranha do mundo e ainda de conviver de muito perto com os simpáticos animais da Quinta do Confurco. No final um almoço com os melhores amigos do mundo fez este dia ainda mais especial. 




sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Tempo de ver - Cafarnaum



Em tribunal, decidido a processar os próprios pais, Zain de 12 anos, pergunta por que é que eles o trouxeram ao mundo se não tinham condições, emocionais ou económicas, para cuidar dele. Em retrospectiva, num cenário de devastação e pobreza algures no Líbano, é revelada a sua história e as razões que o trouxeram ali.
Em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes (onde mereceu uma ovação de pé e o Prémio do Júri), um filme dramático com assinatura da realizadora libanesa Nadine Labaki ("Caramel", "E Agora, Onde Vamos?"), nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. No elenco participam Zain Al Rafeea, Yordanos Shiferaw, Boluwatife Treasure Bankole, Kawthar Al Haddad, Fadi Kamel Youssef, Cedra Izam, Alaa Chouchnieh e também a própria Nadine Labaki. PÚBLICO



Cafarnaum é um aperto de coração do início ao fim, um choque de realidade sem limites. Lenços de papel precisam-se. 

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Tempo de ouvir - Michael Bublé

Depois de em 2010 e 2014 assistir aos grandes concertos que Michael Bublé nos proporcionou não podia deixar de em 2019 estar presente num regresso tão especial. Michael Bublé mantém o sentido de humor a que nos habituou e está mais emotivo que nunca. Mostrou-nos agradecimento, mostrou-nos boa música, mostrou-nos um grande espectáculo, mostrou-nos sobretudo amor. Obrigada Michael.





segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Do Pedal para o Blog - Foi assim que aconteceu a despedida do Verão

Com muitas saudades do mar e de um dos meus cheiros preferidos no mundo, despedi-me de um Verão muito especial com esta pedalada até à costa. Estava um lindo dia de praia e foi muito bom poder aproveitar este resto de Verão no meu tão adorado Outono. Foi assim que aconteceu uma grande pedalada até um local muito especial. 



sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Maria Alice, Maria Julieta, apresentem a Mia às pessoas


Pessoas, esta é a Mia. Mia, estas são as pessoas. 



Mia chegou cá a casa no dia do meu aniversário, oferecida por uma pessoa muito especial da minha vida e ando desde esse dia a tentar tirar uma foto em que esteja quieta, que é como quem diz, desde 18 de Fevereiro à espera que Maria Alice e Maria Julieta fizessem o favor de se posicionar favoravelmente e eu conseguisse apanhar as 3 gatas na foto.