quinta-feira, 18 de abril de 2013

Onde é que se arranjam anónimos daqueles como devem de ser?

Por aqui não há censura, tenho as caixas de comentários abertas a todo o tipo de opiniões, mesmo quando me tentam insultar (ainda não conseguiram) eu não apago os comentários (a não ser que sejam feios para estar aqui, num blog tão lindo), tento responder o melhor que posso, não percebo a mente das pessoas que faz isso, mas sinceramente, por vezes até me divertem. Durante muito tempo não tive anónimos, penso que terá sido mesmo porque como aceito tudo, não lhes é interessante atacar-me, mas nos últimos tempos tenho comentários que merecem ser partilhados:

"Pernas de homem depiladas, ahahahahahah" - Talvez tenha tentado chatear-me mas sinceramente, quando tirei aquela fotografia já não fazia a depilação há mais de meio ano e se mesmo assim não conseguiu ver os meus pêlos de metro e meio, acabou por me fazer um grande elogio.

"Benfeito sua estúpida, tens o que mereces! .I." - Num texto em que eu contava que o meu Moreno me trouxe panos de cozinha, não perceberam o meu sentido de humor, mas eu entendo, o meu sentido de humor não é para qualquer um, ou qualquer uma, que isto é claramente um comentário de gaja. E queque, ainda por cima, podia ao menos chamar-me de vaca.

"Credo, és muito feia. Se calhar até assustaste os animais marinhos" - Numa foto que publiquei dentro da piscina. A sério, alguém é bonita a fazer bolhinhas pelo nariz, de touca, óculos de natação e ainda por cima com a água turva? Quanto aos animais marinhos, na piscina que frequento nunca vi nenhum, provavelmente terei de procurar melhor, mas sinceramente gostava de ser ainda mais feia para tentar assustar o velhote peludo que insiste em nadar do meu lado e que me enerva profundamente.

"Muito bem feito cabrona" - Num post que falava ironicamente da compra de um creme anti-rugas, o que me preocupa aqui é o seguinte, "cabrona" existe? É que eu pensava que conhecia todo o leque possível de insultos mas "cabrona" nunca me tinha ocorrido. Gosto tanto de me actualizar que até já fui ao dicionário procurar mas o dicionário também desconhece "cabrona", se me puderem ajudar, agradecia.

"Não sei como te reconheceram como bloguista se nem sequer tens fotos tuas, muito estranho isso acontecer :S" -  Claramente mostra um profundo conhecimento da minha pessoa e do meu blog, nota-se que me lê pelo menos nos últimos três posts e sinceramente no texto tinha dois links que explicavam como um leitor me reconheceu, para as fotos, já agora, mas eu compreendo, um clique demora muito mais tempo do que escrever um comentário.

Esta semana foi um bocadinho pior, sinto-me diminuída, vieram cá anonimamente para insultar não a mim mas a outra pessoa da blogosfera, este comentário tive de eliminar, obviamente, mas caramba, uma pessoa merece um bocadinho de respeito, além de nem me conseguirem insultar em condições a mim ainda preferem insultar os outros aqui? A sério, gostava mesmo de ter anónimos ao meu nível, daqueles que nos insultam sem erros ortográficos, que fundamentam os insultos e que os fazem com inteligência. Se eles existem mandem-nos para aqui, eu acho que mereço, isto é muito pouco para mim.

76 comentários:

  1. Nem os anónimos são o que eram! Ai que desgraça!! Quanto ao "cabrona", ouve-se algumas vezes aqui pelo norte. Acho que começas a ter pistas de onde veio esse insulto ahah

    ResponderEliminar
  2. Eu modero os comentários para saber que eles lá estão e porque insistem em vir ao meu blog insultar uma blogger conhecida, não há paciência. A mm já pouco me insultam, confesso que tenho saudades de uns anónimos mesmo pequenininhos. Só me fazem é rir.

    ResponderEliminar
  3. Acho que não deves perder o teu tempo com isso. Não devem ter vida própria e por isso fazem o que fazem. Depois não podemos levar a sério alguém que não tem coragem de se assumir sequer.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. ah eu uso muito o cabrona. Não sei se é garantia suficiente de que o termo existe e é admitido pela língua portuguesa. Até pode ser carinhoso, em querendo. De qualquer forma, não o uso no contacto com bloggers(ou seja, não fui eu):D

    ResponderEliminar
  5. Credo! Deve ser muito triste receber comentários desses :O
    Há com cada um tão infeliz na sua pobre vida que gosta de insultar quem invejam. Porque sim, isso é muito comentário de gente invejosa.

    Quanto ao cabrona, também já conhecia.

    ResponderEliminar
  6. És daquelas loiras que olham para a casca da banana e dizem:
    "Prontes", lá vou eu escorregar outra vez?
    xD

    ResponderEliminar
  7. Oh, é gentinha que não tem mais nada para fazer, então...

    A indiferença é a melhor forma de afasta-los :)

    Um beijinho*, Vera :)

    ResponderEliminar
  8. Os teus anónimos maus, e as tuas explicações hilariantes, já me fizeram ganhar a manhã! Não tenho anónimos fofinhos. Tenho alguns mauzinhos, mas aceito os comentários e tento ser educada quando os mando para a p*** que os p****.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo (não tão anónimo assim),

    Eu não digo "prontes", nem "prontos", normalmente só olho para o ar por isso nunca vejo as cascas de banana, mas curiosamente nunca escorreguei em nenhuma, por aqui é tudo à grande, eu escorrego em calhaus húmidos pela chuva da noite, em folhas secas, em gravilha ou em troncos de árvores.

    ResponderEliminar
  10. Já vi alguns anónimos como deve ser em alguns blogs, não sei é onde é que eles estão.

    Qualquer dia também aparecem por aqui.

    Até lá...

    ResponderEliminar

  11. Eu não sou do norte, e por aqui o cabrona também se usa muito.

    Tenho para mim que tudo isso é inveja. Invenja da tua força de vontade, da tua preseverança, da tua autenticidade.

    (continuo ler-te por isso continua a ser simplesmente quem és, que eu gosto de ti assim, verdadeira e em tanta coisa parecida comigo!)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. ahaha realmente tem a sua piada... :) Rir é o melhor remédio mesmo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. Oh pa se quiseres passo a ser anónima.
    Mas é a crise pah

    eu n tenho anónimos...nem bons, nem maus :)

    ResponderEliminar
  14. Um post maravilhoso como este deve deixar os Anónimos que escreveram esses comentários furiosos :P

    ResponderEliminar
  15. Devem estar a ferver comentários de anónimos possuídos à conta deste teu post.
    As pessoas diminuídas intelectualmente não lidam bem com a inteligência e o sentido de humor dos outros e tu, só para chatear essa gente inútil, calhaste a ter logo os dois ao mesmo tempo! ;)
    Fartei-me de rir!

    ResponderEliminar
  16. Os anónimos são uma espécie rara, que tem muita inveja dos outros, dá erros ortográficos e tem cada vez menos sentido de humor...

    Ainda não tive o "prazer" de ter um anónimo a comentar... mas fico à espera.. :P

    ResponderEliminar
  17. Gabo-te o trabalho de lhes responderes!

    ResponderEliminar
  18. Olá minha amiga, há muito que não comento, mas ando sempre a pare e passo com o blog.

    Tu és terrivel, coitados dos anónimos também é injusto, não é fácil alguém estar ao teu nível, quer dizer é uma luta desigual, tu és linda, inteligente e com um gigantesco sentido de humor, e eles são mesmo ressabiados, sem sentido de humor e burros.

    Ah quanto ao cabrona, é muito utilizado eaqui por baixo em terras de mouros :P eu chamava isso à minha irmã quando ela me chateava, é uma espécie de cabra, mas ainda mais vagabunda :P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Como alguém já disse um dia... "os cães ladram e a caravana passa" ;)

    ResponderEliminar
  20. Anónimo ou não, todos temos o direito de dar a nossa opinião. Se assim não fosse, porque motivo as pessoas não tornam o blog privado? Agora, ao exporem pedaços da sua vida pública, ao informarem que são professoras, que fazem ciclismo, que são casadas, que têm os filhos assim e assado...estão a dar-nos o direito (anónimos ou não) de vos comentar. Como tal, devem ser adultas o suficiente para encarar as criticas, boas ou más, e comentários menos respeitosos. Afinal, por detrás de cada comentário está uma pessoa. E nem sempre as pessoas são fofinhas e boazinhas e queridinhas...

    No entanto, a meu ver, há muitas blogger´s que se colocam a jeito...publicam fotos suas, contam mais da sua vida do que deveriam, dão-se ao conhecimento a meia blogoesfera... Sim, conheço algumas meninas que conhecem meio mundo e, mais ridículo ainda, é terem esse meio mundo no seu facebook pessoal. Depois, não se podem admirar com as consequências ou com o facto de serem conhecidas e faladas e, claro, mal faladas...

    Por último, aproveito o teu espaço para informar que eu comento sempre em anónimo. Senão vejamos: muitos blogger´s inventam um nickname, que em nada corresponde ao nome real. Como tal, porque hei-de eu colocar aqui um nome (real ou inventado)? Isso muda alguma coisa naquilo que pretendo escrever? Não. Muda alguma coisa no feedback por parte de quem me lê? Talvez, afinal um João ou uma Vera a comentar é qualquer coisa melhor que um anónimo.

    Em jeito de conclusão: cada um dorme de acordo com a sua consciência. Portanto, habituem-se a comentários maldosos, cruéis e insensíveis. Habituem-se a que não gostem de vocês, a que vos venham ler e comentar só para vos irritar. Habituem-se e perceberam que isto é um blog, não é a vossa vida. Aqui, não podem colocar de lado quem assume que não gosta de vocês.

    ResponderEliminar
  21. OHHH amiguita, é preciso estômago, coisa que o meu é bem fraquinho.
    Não suporto insultos e ponto final.
    No meu canto só comenta quem eu quero... é no fundo o MEU canto e não o de QUALQUER UM(A).

    Essa da Cabrona era muito usado na zona onde eu morava... volta em meia lá me saía essa :) É girissima!

    Não há anónimos em condições se não faziam como eu: dão o nome e a cara!

    Um beijo muito carinhoso xxxx

    ResponderEliminar
  22. E fez-se luz, começam a aparecer anónimos desses, como devem de ser. Afinal existem, eu a pensar que era um mito urbano que se tinha criado.


    Eu só quis fazer humor dos comentários que me fizeram, não me estou a queixar e bem sei que na blogosfera são todos anónimos, se estiveste atento ou atenta ao último parágrafo terás reparado que peço é que me insultem ou opinem de maneira diferente da minha com mais inteligência e quiça algum sentido de humor, não quero de todo eliminar os anónimos da blogosfera como não peço a paz ao mundo.

    Mas o post só saiu por virem ao meu blog insultar uma outra pessoa, para isso é que quis chamar a atenção, embora não o tenha feito directamente, porque não podia nem o queria fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei porquê mas acho que temos pelo menos um anónimo em comum!
      A Primavera anda a fazer-lhes mal às hormonas!

      Beijocas

      Eliminar
  23. Lara B.

    Que saudades amiga, os elogios vindos de ti parecem-me sempre sinceros já que és das poucas pessoas que me conhece pessoalmente.

    Quanto ao cabrona se é assim já gosto.

    ResponderEliminar
  24. Vera,

    concordo contigo que insultar alguém no teu blog - que não tu - é de baixo nível. No entanto, nem todos temos inteligência e perspicácia suficiente para ser insultuosos de maneira a colocar o outro a pensar: será que ele/ela não terá um pouco de razão naquilo que escreve?

    Volto é a frisar que muitas meninas (na minha opinião, os homens não se dão a tanto manifesto), muitas delas mulheres adultas e mães de família, se colocam a jeito para ser insultadas.

    ResponderEliminar
  25. Anónimo,

    "que não tu". Posso ficar contigo? Por favor, não vás mais embora.

    ResponderEliminar
  26. Terminando por aqui os meus comentários, deixo em jeito de resposta ao comentário da Malena: sim, é verdade, têm um anónimo em comum: eu. No entanto, cheira-me que alguém andou aqui a insultar-te e não, eu não fui.

    No entanto Malena, permite-me que te responda: comentei-te várias vezes, não tantas assim, mas sempre na base do respeito. Não me recordo de alguma vez te ter insultado ou escrito asneiras ou outras que tais. Não preciso disso para ter comentado o que pensava, tanto positiva como negativamente. Cheira-me é que os meus comentários menos simpáticos nunca foram por ti apreciados pelo simples facto de eu tocar em alguns pontos sensíveis que, aposto eu, tu te sentiste melindrada.

    Quantos aos restantes anónimos, não poderei responder por eles.

    Fiquem bem!

    ResponderEliminar
  27. Tens anónimos da treta mas as tuas respostas aos comentários são de rir, obrigada por este momento, Vera! :D

    ResponderEliminar
  28. Vera...

    ...se é para irem ao teu blog insultar alguém, que o façam a ti. É que tu, segundo me consta, tens cabedal para lidar com isso. Era aí que pretendia chegar!

    ResponderEliminar
  29. Também tenho a minha caixa de comentários sem moderação. Estamos a pôr-nos a jeito. Mas há que pensar positivo: dá para nos rirmos e aprendermos palavras novas como "cabrona". ;)

    pippacoco.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  30. Ui há por aí tanta dor de cotovelo e de corno! credo, pessoínhas mal dizentes. Vai de recto...

    Ah mas ainda me ri bastante com tanto disparate que por aqui dizem e adorei as tuas resposta.
    Love u

    ResponderEliminar
  31. Ahahaha adorei as tuas respostas aos comentários xD *

    ResponderEliminar
  32. Zorro, o pacificador18 abril, 2013 17:13

    Não para a Vera, senhora que nem sequer conheço; mas para a Tanita que conheço ainda menos mas que me surpreendeu vivamente pelo brilhantismo da sua exponencial dissertação, sai um comentário anónimo, (que bem vistas as coisas nem é tão anónimo assim pois não vai isento de rubrica) fresquinho ao jeito de quem saboreia tão delicioso manjar descritivo.
    Dor de cotovelo e de corno...porquê?! A que título ou propósito, hem?!
    Agora a sério, indelével Tanita. Não acha que ri melhor um anónimo ao ler o seu comentário do que a Tanita ao comentar um anónimo ... "mal dizente"; segundo a sua gramática?
    Quanto ao "vai de recto"...também não está mal, não senhor! Por que não? Vai de recto, vai de sovaco, vai à mão e vai do comummente conhecido que não é para agora aqui chamado, :) Vai de tudo ao gosto da...freguesa.:)
    Ai ai, bloggers; Deus vos abençoe a todas!
    Ó Vera, por acaso também sou do Norte, carago!

    ResponderEliminar
  33. Esses anónimos são umas bestas, no mês passado tive um que me andou a chatear e a insultar, o que fiz?: bloqueei os comentários a anónimos. Não sou como tu, não suporto gente assim, cobarde...

    ResponderEliminar
  34. No meu blog nunca costuma ir lá nenhum anónimo, por isso nunca recebi nenhum comentário desse tipo, mas há sempre uma primeira vez para tudo, por isso... As pessoas que fazem isso, só o fazem porque é precisamente em anónimo, porque se estivessem frente a frente contigo não teriam coragem de te dizer isso na cara. Só para não falar que são pessoas que não devem ter nada para fazer na vida e se entretêm a tentar chatear os outros.

    http://deverasoriginal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  35. Isto é uma provocação!
    Estava tentado a dizer-te que não tens pernas para mim mas... o mais correto seria dizer não tens pedalada.
    :)

    ResponderEliminar
  36. Nunca compreendi muito bem essas faltas de respeito. Quem não gosta do que lê só tem que desaparecer- Tenho a certeza que comentários destes são feitos por gente como MUITA inveja. Se não sabe emitir opiniões respeitosamente não devem abrir blogs. Ninguém anda aqui para ler o que os doentes mentais escrevem. Escrevam um livro porque a polémica vende e dá dinheiro. Anónimos no meu blog não comentam mas já me aconteceu alguém por quem até tinha um certo carinho resolver insultar-me porque, como ela mesma disse, apetecia-lhe chatear-me- Esqueceu-se de me perguntar se eu estava para a aturar- Não estava e respondi nos mesmos moldes. Sou educada, apesar de não esconder a minha opinião, mas adapto-me facilmente qualquer situação, foi o que fiz. Beijinhos

    ResponderEliminar
  37. Zorro, o pacificador-Esclarecedor18 abril, 2013 19:22

    Além disso, na minha missão pacificadora esclarecedora desprendidamente levada a efeito a fim de que dúvidas não subsistam e tudo fique mais clarinho que o chumbo do TC; cumpre-me informar que um blog de relevo, isto é, de notoriedade comprovada, sem os anónimos gravitacionais não é blog que se preze para os seus lídimos proprietários, nem motivacional para os seus fiéis e eruditos leitores.

    (A jeito de corolário)

    O povo português tem de compreender que um anónimo é uma "obra de arte"
    Sem essa noção cultural, dificilmente os níveis civilizacional e educacional do povo, prospera.

    ResponderEliminar
  38. Zorro, O desvalido18 abril, 2013 19:32

    Lá está, Mary Brown.
    São essas infelizes apreciações ao comportamento dos despojados da elevação blogoesférica, que por vezes me fazem quedar como um desses filosófos, bêbedo, alto e magro, pálido e doente meditando nas tristes vicissitudes da existência, encarando o mundo como se daí já nada haja a aproveitar, ou não valha a pena.

    ResponderEliminar
  39. Estás cheia de sorte...eu não tenho Anónimos.
    Onde está o livro de reclamações?

    Sou mesmo desinteressante.

    Sério?

    Não têm mais nada que fazer?

    Esconderem-se no anonimato.
    Só me surge uma palavra: cobardia.

    Costumo vir visitar-te, não te conheço, mas a escrita basta-me e a partilha que fazes.

    adoro-te!

    Apaga-os e valoriza quem merece.

    Estás a dar-lhes atenção imerecida.

    Um beijinho

    Bem hajas por seres quem és!

    Continua.




    ResponderEliminar
  40. Estás cheia de sorte...eu não tenho Anónimos.
    Onde está o livro de reclamações?

    Sou mesmo desinteressante.

    Sério?

    Não têm mais nada que fazer?

    Esconderem-se no anonimato.
    Só me surge uma palavra: cobardia.

    Costumo vir visitar-te, não te conheço, mas a escrita basta-me e a partilha que fazes.

    adoro-te!

    Apaga-os e valoriza quem merece.

    Estás a dar-lhes atenção imerecida.

    Um beijinho

    Bem hajas por seres quem és!

    Continua.




    ResponderEliminar
  41. Estas infelizes apreciações nascem de alguém que está identificada e tem uma história na blogsfera, um rosto criado pelos textos publicados, que procura crescer com os comentários. Não é anónima apesar de não ter a sua vida publicada, nem existir em redes sociais. Sou contra a publicação de factos pessoais mas nem por isso parto do meu cantinho ofendendo todos e todas as pessoas que o fazem. Pessoalmente acho que todos os que sentem necessidade de insultar alguém, às vezes quem não conhecem pessoalmente, são pessoas com problemas psicológicos que necessitam de recalcar para se evidenciarem e, no caso de serem anónimos, mais ainda porque nem dão hipótese à pessoa de defesa escondendo-se atrás do nada. Se assim não fosse criavam um perfil para comentarem. Quem tem blogs pretende criar uma conversa sã com quem os lê e aprofundar conhecimentos e experiências, não tem que aceitar faltas de respeito. Na minha vida estou habituada a dar a cara e aqui faço o mesmo. Não falo entre-dentes nem anonimamente e muito menos me satisfaço pisando, insultando ou faltando ao respeito a alguém. Não gosto não como. Simples. Não comentei para entrar em dialogo com anónimos, nunca gostei deles, sempre fui contra "o ninguém", existe no meu blog um post sobre eles, por isso concluo por aqui a minha participação neste dialogo entre alguém e ninguém.

    ResponderEliminar
  42. O que para aqui vai...



    Zorro, o coiso...
    Se não concordas com o que lês (falo na generalidade e não no teu caso particular) podes sempre comentar de forma não insultuosa, não é por seres de uma opinião diferente da minha que sou uma Puta, uma Vaca, ou seja lá o que for, podes dar uma opinião de forma inteligente e fundamentada e principalmente se não gostas de alguém não precisas andar nos outros blogues a insultar essa pessoa. Desculpa lá mas se isso é "obra de arte" que fique trancada numa arrecadação qualquer.

    ResponderEliminar
  43. Mary Brown,

    Sabes... muitas vezes não gosto daquilo que leio, não concordo, acho que as pessoas não têm a mínima noção daquilo que estão a publicar, chego a ter vergonha alheia, mas ou dou a minha opinião sincera de forma educada ou vou-me embora sem comentar. Nunca em toda a minha vida de blogger me passou pela cabeça comentar anonimamente, muito menos insultar ninguém. Somos todos diferentes, há que saber aceitar as diferenças, a nossa liberdade acaba onde começa a dos outros. Grande parte dos anónimos não pensa assim, acham-se deuses por trás do nada, tal como dizes.


    Quando comecei a ler pensei que teria de apagar alguns comentários, mas sinceramente gerou-se uma discussão interessante. Agradeço a partilha de opiniões.

    ResponderEliminar
  44. Vera Todas as discussões acabam por deixar algo de positivo, apagá-las não destruirá o problema que as fez crescer, mantendo-as escritas poderão mudar atitudes. Estou plenamente de acordo com tudo o que escreveste. Um beijinho

    ResponderEliminar
  45. Felizmente(ou não)vivemos num país onde a liberdade de expressão existe,mas uma coisa é dizermos o que pensamos e outra bem diferente é a forma como o fazemos.
    Como já disse no meu blog a bem pouco tempo não percebo porque as pessoas comentam em anónimo seja pelo que for,se não gostam do conteúdo dos blogs é simples,não os visitem,mas acho que existem pessoas que lhes dá gozo esconderem se atrás do anonimato mas se há alguém que no mundo da blogesfera se está a marimbar para anónimos tenho a certeza que és tu.Por isso deixa-os falar,pelo menos ao lerem o teu blog vão aprendendo alguma coisa,já tu não podes dizer o mesmo com os comentários que eles te deixam :)

    ResponderEliminar
  46. ahahah se o teu blog já tem anónimos, "prontoooosss" já chegaste ao nível 2!! :D

    ResponderEliminar
  47. Enfim... "pessoazinhas", que se há-de fazer?...

    ResponderEliminar
  48. r: sim, é semelhante :)
    ps: ignora tudo isso! só têm coragem de falar escondidos pelo "anónimo"...

    ResponderEliminar
  49. E agora pergunto eu: porquê anónimo? Cada um devia assumir os seus pensamentos sem a covardia que é encobrir a identidade.

    Abraços

    ResponderEliminar
  50. Nos meus blogs os poucos anónimos que lá aparecem são normalmente civilizados e educados.
    Já num blog colectivo, onde participei, era insultado quase diariamente por anónimos. Acabei por descobrir que um desses anónimos escrevia no mesmo blog!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  51. Xiiii o que para aqui vai por quereres anónimos de qualidade!!
    Exigente!!!

    ResponderEliminar
  52. O último comentário anónimo acabou comigo! Haja paciência, eu cá não a tenho *

    ResponderEliminar
  53. Tenho lido várias pessoas a queixar-se de anónimos inconvenientes. O que eu não entendo é quem eles são, e porque o fazem. É que não entendo mesmo. Até me sentaria numa mesa de café com eles só para perceber os seus argumentos. Questiono-me sobre como seria se permitisse comentários anónimos no Umbilicalidades.

    ResponderEliminar
  54. Tentaste levar, como sempre, esse assunto numa boa, mas a mim faz-me confusão. Como há pessoas que vêm para aqui insultar?

    Não me entra na cabeça.

    Graças a Deus, só tive um e mandei-o às couves.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  55. zorro, de mala aviada18 abril, 2013 23:53

    Vera e Mary Brown. Sei perfeitamente que não falaram para mim, da mesma maneira que não duvido da inteligência das pessoas com quem interajo para saber que sou, ou serei, compreendido. Daí só ter falado com ambas.
    Contudo, e por que mais que parecer-me tenho a a certeza haver por aí ânimos exaltados com a minha presença, tudo não passou de uma salutar brincadeira sem quaisquer intuitos ofensivos ou depreciativos para com quem quer que seja.
    A Vera falou em humor e pensei que podia dar a minha contribuição. Se eventualmente alguns/as viram outra coisa, aconselho-os que devem, para uma mais feliz e promissora, reverem com carácter de urgência o que é para vós o conceito de humor.
    Porque a não fazê-lo, tragédias terríveis vos estão destinadas num curtíssimo espaço de tempo. Algumas a saber:
    Perda imediata do namorado porque nenhum gajo atura uma gaja chata e com mau feitio.
    Amigas vão pelo mesmo caminho porque nenhuma gaja de inteligente humor, quer acompanhar uma gaja chata que afasta os gajos.
    E terceiro que até poderia ser o primeiro, falta de humor é sinónimo de carente inteligência o que por acréscimo acarreta nervos desnecessários conducentes a rugas prematuras.
    Por isso, para essas que se insurgem contra a dona do blog por consentir em aceitar no seu espaço comentários anónimos, aconselhando-a a apagá-los, Para essas, dizia, revejam bem o vosso sentido de humor porque senão auguro-lhes um futuro muito triste.
    Posto isto, dou por terminada a minha aparição por aqui, a todos cumprimentando e à dona do espaço assegurar-lhe que foi uma honra e um prazer tê-la comentado.

    ResponderEliminar
  56. Como gosto de passar por aqui e gosto do teu sentido de humor, vou desejar que venham anónimos simpáticos com comentários inteligentes e interessantes!
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
  57. Aiii tantas pessoas que não têm nada para fazer...
    Cabrona vem do espanhol: Cábron y cabrona =)
    Se queres saber a minha opiniao, estes comentarios sao de pessoas q t invejam e nao é pouco =)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  58. Zorro, o retornado19 abril, 2013 01:51

    Dxani. Teve, no mínimo, o privilégio de aqui me obrigar a voltar a fim de responder à sua brilhante conclusão.
    Há duas qualidades de mulheres; as inteligentes e as outras.
    As primeiras são por natureza dotadas de um alto sentido de humor, o que só lhes aumenta o encanto, sabido que é que uma mulher inteligente é sempre bonita, com humor é encantadora.
    As duas qualidades juntas tornam-na absolutamente irresistivel.
    As segundas são as outras, as tais que...as outras simplesmente. Nada nelas a ponderar.
    Mas também servem. Servem sim senhor! Servem para virem mandar na casa dos outros mandando-as apagar comentários com alto sentido de humor que, obviamente, não está aos seus alcances.

    ResponderEliminar
  59. Ridículo são ler comentários de blogger´s a gozar os anónimos apenas porque não sabem dar-lhes uma resposta à altura. Tirando a Vera que me comentou decentemente e com argumentos válidos (sou o primeiro anónimo), todas as outras se limitaram a ofender gratuitamente, ainda que disfarçadas pela imagem e nickname. Claro, a vocês é-vos permitido tudo...

    ResponderEliminar
  60. Amei o texto.

    http://www.blogdajoanna.com/

    ResponderEliminar
  61. Falaste em erros ortográficos quando no teu endereço de blogue tens:"tambmqueroumblog".
    E minha querida,eu me referi às fotos de cara,não de bicicleta e meias porque isso qualquer pessoa pode ter uma igual,daí não ter entendido como foste reconhecida.
    Desculpa mas és mesmo loira burra!!!

    ResponderEliminar
  62. Ena ena, o que vai para aqui... Eu tenho o blog aberto a todos os comentários, e até hoje nunca tive problemas, acho que é porque sou pequenina. Nunca comentei anonimamente e nunca me lembro de ter feito um comentário desagradável a alguém. Discordo muitas vezes do que leio, mas manifesto a minha opinião pouquíssimas vezes - no entanto sem nunca ofender ninguém ou ser desagradável. Qual é a necessidade disso? E dizerem que só porque temos um blog publico e falamos de nós temos de estar sujeitos a tudo o que apetece às pessoas dizer é surreal, pelo amor de Deus. Liberdade de expressão também pressupõe o mínimo de noção, louco de quem sair aí pela rua a dizer tudo aquilo que lhe apetece e lhe vai na cabeça....

    ResponderEliminar
  63. Anónimo, querido, claro que sou loira e burra, mas provavelmente o meu endereço do blogue está assim porque foi a forma como o google aceitou. E sabes, vou explicar uma coisa, se me roubassem a bicicleta eu reconhecia-a em qualquer parte do mundo, são bicicletas personalizadas, eu comprei-lhe cada peça, procurei cada pormenor para lhe acrescentar. Não é uma bicicleta que se compra na secção de desporto do Continente ou do Pingo Doce, provavelmente custa mais do que muitos carro (o meu incluído) por isso uma pessoa que perceba minimamente de bicicletas pode reconhecê-la também, basta estar atento e lá está, perceber. Quanto às meias, terá sido mais um pormenor para o rapaz me ter reconhecido, mas caramba, isso incomodou-te mesmo, nunca foste ao rally? E já agora podes apontar-me mais defeitos? É que loira e burra é muito básico, é como digo no post, é pouco para mim.

    ResponderEliminar
  64. Eu por acaso nunca tive esse tipo de problemas com comentários anónimos. Mas não ligues a isso, já sabes como são as pessoas às vezes xD

    ResponderEliminar
  65. Vera,obrigado por me teres esclarecido.Vai continuando a dar protagonismo :D

    ResponderEliminar
  66. Ó Vera. Estou apaixonado por ti porque és uma gaja educada e porreirona. A sério, pá! Queria mesmo muito conhecer-te porque eu também sou um gajo porreiro.
    Pronto, já disse!

    ResponderEliminar
  67. É tudo DOR de COTOVELO!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  68. a palavra cabrona é muito comum por aqui xD
    eu por acaso anónimos é só de spam... mas pronto...
    achei um dos comentários aí super ignorante...
    uma pessoa não precisa de publicar fotos suas para ser bloguista... então e aqueles que se querem manter anónimos... um blogue é um lugar de escrita... senão era um fotolog xD
    anyway...
    teres tantos anónimos por mais estúpidos que sejam, só mostra o quão awesome és! a maioria aparece por inveja do teu sucesso!

    ResponderEliminar
  69. zorro, o explicador.22 abril, 2013 01:04

    Inês Pereira. Concordo consigo!
    Ter tantos anónimos por mais estúpidos que sejam, só mostram a inveja do sucesso da proprietária!
    Falou como uma enciclopédia Viva! Parabéns!
    E estaria completa a sua análise não fosse um pequeno, muito pequeninho pormenor, que, contudo, faz uma desmedida diferença.
    É que todos esses comentários anónimos aborrecendo e chateando a Vera, não são de homens e sim das amigas.
    Surpreendida?! Eu explico melhor:
    Quem tem inveja de uma mulher? Quem se despeita por não atingir a mesma notoriedade dela? O seu sucesso? O número elevado de comentários que ela tem? Hem?! Quem é?
    Um homem não inveja uma mulher, um homem não a insulta nem maltrata, um homem protege sempre uma mulher.
    Compreendeu?

    ResponderEliminar
  70. Também é típico usar a inveja como desculpa.Se deixas o blogue aberto a toda a gente,é porque aceitas qualquer tipo de comentário ou devias ter maturidade para isso.Caso contrário,restringe-o a certas pessoas,sua otária.

    ResponderEliminar
  71. Maturidade é coisa que não me falta, principalmente para aturar anónimos.

    ResponderEliminar
  72. Fazes tu muito bem em cagar-lhe em cima. Literalmente se conseguires;)

    ResponderEliminar
  73. Olá!

    Cabrona é um termo muito utilizado aqui pelas beiras.

    Abraços e boa semana.
    Lili

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...