segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Tenho, nas próximas horas que tomar uma decisão muito, muito, muito difícil...

Tenho-os aos dois aqui comigo, esperei tanto por um, procurei tanto o outro e agora que chegam exactamente no mesmo dia não sei por onde começo, ajudem lá, só não me mandem viver os dois em simultâneo que eu só me consigo concentrar numa paixão de cada vez. A Insustentável Leveza do Ser de Milan Kundera ou Cem anos de Solidão de Gabriel García Márquez? 

28 comentários:

  1. Só li o primeiro, por isso é esse que te aconselho :p

    ResponderEliminar
  2. a insustentável leveza do ser (porque foi o que já li) :P

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Olha, não sei porquê!!
    Ainda ontem mesmo alguém me dizia que continua a ler vários livros ao mesmo tempo. O record está em 15 livros em simultâneo.
    hehehe


    Boas leituras minha querida!
    (^^)

    ResponderEliminar
  5. Sabes uma coisa, há alguns anos atrás deparei-me com a mesma dúvida porque comprei os dois no mesmo dia na feira do livro de Lisboa. Eu comecei pelo Kundera e não estou arrependida. Beijocas e boa semana.

    ResponderEliminar
  6. Olá. Nunca li esses, portanto não te posso dar os conselhos que queres. beijos e um abraço

    ResponderEliminar
  7. A insustentável leveza do ser, não o li, mas amei o título :P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. lê-os pela ordem que os tens colocado neste post.
    Bjs* e boa leitura =)

    ResponderEliminar
  9. Já li os dois e gostei muito dos dois. Por acaso li os dois no mesmo ano, primeiro li "Cem anos de solidão" e depois "A insustentável leveza do Ser". Depois de os leres, deixa aqui a tua opinião, e eu dou-te a minha. Falar nisso agora, seria como contar-te o fim antes de os teres lido. Bjs

    ResponderEliminar
  10. Adorei os dois.
    É difícil aconselhar.

    Tira à sorte.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. a ordem é irrelevante, podes até lê-los em simultâneo.

    Beijo grande

    ResponderEliminar
  12. Parece-me uma decisão realmente difícil e se são duas paixões acho que o melhor é escolher um aleatoriamente :)

    Depois é só uma questão de tempo para começares a ler o outro :)

    Beijito*

    ResponderEliminar
  13. Sugiro "Cem anos de solidão", porque foi o único que li desses dois e amei :)

    ResponderEliminar
  14. Li os 2.
    A Insustentavel leveza do ser ha-de ficar para sempre marcado!!
    Gostei dos 100 anos de solidão.

    Eu digo para leres primeiros o do Milan para absorver melhor a mensagem!

    ResponderEliminar
  15. Fotografei o castelo este ano (no dia 27 de Julho).

    Levei lá a minha irmã mais nova que "subiu" da capital à província:).

    Um dia destes volto aí!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  16. Ainda não li, por isso, opinar torna-se dificil :)

    ResponderEliminar
  17. Gostei muito dos dois, por isso penso que o melhor será começar a lê-los ao mesmo tempo!

    ResponderEliminar
  18. pim pam pum...
    Eu escolheria os cem anos de solidão
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Optava pelos Cem anos de solidão.

    ResponderEliminar
  20. Cem anos de solidão, sem comparação :)

    ResponderEliminar
  21. Cem anos de solidão pareceme bem e desejo-te um resto de vida bem acompanhada e cheia de alegria...que a tua solidão fique so nos livros
    Obrigado pela visita no meu blog, continua assim que eu virei sempre mas SEMPRE visitar-te..Ja votaste na sondagem?
    Beijocas

    ResponderEliminar
  22. Já li os dois.
    Absorvi os 100 anos de solidão, e desfrutei da insustentável leveza do ser.

    ResponderEliminar
  23. Não te posso dar a minha opinião pois não li ainda nenhum dos dois... mas escolhas o que escolheres depois diz se gostaste.

    Um sorriso carinhoso xxx

    ResponderEliminar
  24. Cem anos de solidão
    Sem dúvida...
    Susana

    ResponderEliminar
  25. Só li o primeiro, e é muito interessante!

    ResponderEliminar
  26. Já vou tarde, certamente, mas para uma rapariga solteira e cheia de pedalada eu voto no Kundera :)

    ResponderEliminar
  27. Boas escolhas. São estilos completamente diferentes, gostei de ambos mas ainda assim prefiro os "cem anos de solidão".

    Sugiro-te este último, talvez acompanhado por uma folha de papel e caneta, para ires tomando nota dos nomes. Claro que este comentário só vai fazer sentido quando começares a leitura:)

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...