quinta-feira, 20 de março de 2014

De tanto vir ao meu blog as pessoas já sabem que andar de bicicleta e viver é exactamente a mesma coisa. (Ou: como se pode escrever sempre o mesmo Post)

Às vezes o caminho é longo e difícil. Faltam-me as forças. Paro para respirar e penso no porquê de estar ali. Não estaria eu melhor num outro lugar? Às vezes parece que escolhi um trajecto longo demais para as minhas capacidades. Técnico demais. A altimetria pode ter um acumulado de subida assustador.  Às vezes tenho fome, tenho sede, tenho frio. Às vezes estou tão cansada. Ainda assim, sempre que me vejo no limite das minhas capacidades nunca me passa pela cabeça desistir, há sempre uma força maior que me faz continuar a pedalar, que me faz querer alcançar a meta. E continuo sempre, pedalar torna-se um movimento natural. Nunca atalhei, nunca pensei ir pelo trajecto mais curto ou mais fácil, sempre cumpri o objectivo a que me propus antes de começar. Posso até demorar mais que os outros mas nunca pensei num ponto de fuga. Em alguns anos de BTT só não consegui terminar uma prova por duas vezes, motivos de força maior, os quais já não dependiam de mim controlar, mas ainda assim tentei continuar até ao limite. Nunca desisti.


E se nunca desisti neste imponente mundo do BTT, não vai ser na vida que vou desistir de alguma coisa.

11 comentários:

  1. É assim mesmo :) nem que esteja cheio de lama, é andar prá frente !

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pela atitude perseverante! (essa foto deu-me vontade de ir fazer btt :) )

    ResponderEliminar
  3. afinfa-lhe! oh loira qd pedalamos juntos nas nossas meninas Specialized????

    e os pedais de encaixe ãh???? uma jóia:))))

    foda-se oh gaija!! eu lembro-me "disto" com muito menos gente!!! dasse! 853, isso é muita gente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que comecei a usar os pedais de encaixe nunca mais quis outra coisa. Ainda não fui a Lisboa pedalar, mas um dia destes...

      Quanto às pessoas acho que gostam de bicicletas :)

      Devias ter estado cá no Verão passado, sabes que fiz O caminho Francês de Santiago? Sai de bicicleta de Saint-Jean-Pied du Port nos Pirinéus, atrevessei toda a Espanha até Santiago e depois ainda continuei até ao cabo Finisterra. 1000 Km, foi a maior aventura da minha vida e vinha cá fazer um Post todos os dias e esta gente toda acompanhava-me e dava-me força, foi lindo. Adoro-os a todos :)

      Eliminar
    2. andei perdido de ti cara amiga, algum tempo, aliás, afastei-me durante um tempo da leitura dos blogs. não deixei o meu mas deixei de acompanhar. desliguei-me um pouco.
      soubesse disso na altura tinhas levado outro post de homenagem lá na tasca ;)

      Eliminar
    3. Eu sei, procurei-te algumas vezes mas não encontrei o teu blog, eu também vou e venho ao sabor da vontade, às vezes perco a paciência para ler, outras para escrever e às vezes passo meses sem me lembrar que tenho um blog, mas volto sempre.

      É bom reencontrar velhos amigos João :) estou feliz :)

      Eliminar
  4. Às vezes também faço estas 'comparações' entre a bicicleta, o BTT, as provas, e a vida...
    Ainda assim com alguns "altos e baixos" meus relativamente à bicicleta ultimamente, está sempre presente e lembra-me que é preciso não baixar os braços nem desistir, seja a pedalar, seja na vida...
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. Adoro pedalar contigo. Imagino-me nos sítios mais belos deste país e além fronteiras, suja de lama, molhada, suada dorida e feliz. Obrigada por me avivares as cores do mundo através dos pedais dos teus olhos. Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Nunca te imaginei a desistires!

    Tenho a certeza que és optimista e decidida!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Tenho a certeza que nunca serias gaja de desistir ou de lutar por algo...
    Por incrível que pareça esta coisa do pedalar muda a forma de ver a vida e de lutar por ela cada vez com mais afinco a uma gaja, não é Vera? Bjocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim, nós sabemos bem disso Gaja.

      Eliminar

Aqui não há censura...