terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Não se ama todos os dias...

Ninguém ama todos os dias. Há sempre dias que nos amamos mais que ao outro, que amamos mais a nossa liberdade, que amamos os momentos de solidão. Há sempre dias que acordamos e nos perguntamos o que estamos ali a fazer. Há sempre dias que apetece bater com a porta, deixar tudo para trás e seguir a nossa vida, sozinhos. Há sempre dias com problemas, com discussões, com imperfeições. Há sempre dias que não concordamos em nada. Não amamos todos os dias, há dias em que não amamos de todo. E é isso que distingue os amores, porque os verdadeiros resistem a cada dia, todos os dias. Porque o amor não tem de ser perfeito, basta que seja verdadeiro.

16 comentários:

  1. Teorias à parte, namora muito só porque sim. ;)

    Kiss

    ResponderEliminar
  2. Porque não existe uma forma de amar que seja errada, só verdadeira ou inexistente! Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Verdade, o amor não se mostra amor todos os dias nem em todos os momentos, mas quando é verdadeiro, mesmo camuflado, está sempre lá. Beijos

    ResponderEliminar
  4. Ora aí está uma grande verdade:)
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. E que venham mais amores verdadeiros, que é do que o mundo mais precisa.

    ResponderEliminar
  6. Não poderia ter escrito melhor. E o amor, é daqueles que está sempre a ser posto à prova, vencem sim os verdadeiros. Bj**

    ResponderEliminar
  7. Esse sim, é um amor verdadeiro :))

    ResponderEliminar
  8. Vera, permite-me discordar. Ama-se todos os dias, podemos é não sentir paixão todos os dias. Mas admito que esta diferença de conceitos seja variável com a idade e, sobretudo, com a idade das relações :)

    ResponderEliminar
  9. Há dias em que até o amor está cansado.

    ResponderEliminar
  10. Amamos todos os dias,só que ás vezes não é tão perceptivel...Bjs

    ResponderEliminar
  11. Ana, o melhor texto sobre o amor que li ultimamente. Não é piegas, é realista. :)

    ResponderEliminar
  12. Muito bem escrito, grandes verdades sim... É mesmo assim...
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Grande verdade,e grande amor!!!
    Adorei o post Loirita!!!

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...