sexta-feira, 16 de março de 2012

Da relatividade do tempo...

Um segundo pode durar a eternidade. Num minuto podemos reflectir toda uma vida. Um sorriso pode ficar para sempre na nossa mente. Um cheiro pode penetrar a nossa alma irremediavelmente. Uma hora pode demorar mais tempo a passar do que vinte e quatro horas. A noite pode nunca mais acabar. Em alguns minutos podemos mudar toda uma vida. Sessenta segundos contados podem demorar bem mais que um minuto a fantasiar. O tempo descobre-se na alma, num relógio imaginário que ora para, ora avança descompassadamente ao ritmo do bater do coração. Há coisas que acabaram ontem, há coisas que acabaram para sempre, para sempre ontem...

25 comentários:

  1. Lindo texto...
    Como já disseram bem, "o tempo é relativo".
    Para cada momento, os ponteiros giram mais ou menos devagar.
    Uma ótima sexta-feira para você, Vera! Beijinho! :)

    ResponderEliminar
  2. Estou a demorar uma ETERNIDADE a fazer este comentário pela simples razão de estar a ser submetido através de um telefone celular de marca Nokia e que tá sempre a bloquear e mais blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá. lolololololololololol=)

    ResponderEliminar
  3. O tempo é mesmo relativo, gostei do texto!

    ResponderEliminar
  4. Pois... existem coisas que já deviam ter tido um fim... mas continuam

    ResponderEliminar
  5. O meu relógio esta semana tem andado em câmara lenta, ufa ainda bem que há dias em que as horas voam (ou não!)

    ResponderEliminar
  6. Tudo depende da importência desse tempo.

    Bom fim-de-semana, beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. a subjectividade mora em nós, sem dúvida. Um segundo pode mudar a nossa vida, o nosso ser. Muito bem escrito!

    ResponderEliminar
  8. assusta-me um bocado esta imprevisibilidade do tempo. tanto estamos bem como no segundo a seguir tudo muda...

    ResponderEliminar
  9. É a noção do tempo tem a ver com o que sentimos no momento

    ResponderEliminar
  10. Adorei o texto! Concordo plenamente, o tempo é relativo :)

    ResponderEliminar
  11. Gosto mt do teu blog. Que tal se nos seguissemos uma a outra?*

    ResponderEliminar
  12. ó raios tens tanta razão...fizeste-me recordar e sonhar...

    ResponderEliminar
  13. É isso, tudo é relativo, depende da importância que tem...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Há pessoas e momentos que por mais anos que passe, jamais serão esquecidos! Fazem parte de quem SOMOS :)

    ResponderEliminar
  15. Depende sempre do valor que dermos a certos momentos. Uns podem significar muito mais que outros.

    ResponderEliminar
  16. Gosto imenso da forma como consegues expressar-te e não poderia concordar mais :)

    ***

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...