quinta-feira, 5 de julho de 2012

Muéstrame tus ojos...

Enquanto pedalava a Caminho de Santiago de Compostela fui visitar uma fonte que inexplicavelmente nos dá durante todo o ano água quente (mesmo muito quente, acreditem), por baixo tem uma espécie de tanque e reza a história que desde os tempos mais primitivos os peregrinos que viajavam a pé depois de lavar lá os pés melhoravam bastante e conseguiam fazer o restante caminho sem as terríveis dores provocadas por tantos km de caminhada (estive quase para testar a história enfiando lá a parte que mais me doía por causa do maldito selim mas tive receio de ser repatriada). A maior parte dos meus companheiros de viagem não quis parar na fonte, então ficaram à nossa espera num café um pouco mais à frente. Quando cheguei já estavam todos a comer e a beber cá fora e o café estava vazio, tirei só as luvas para conseguir pegar nas coisas e pagar, entrei completamente equipada, cumprimentei o senhor que estava ao balcão e perguntei-lhe se podia pegar num sumo da arca que estava do lado de fora, ele assentiu com um ligeiro gesto, eu peguei no sumo, perguntei quanto lhe devia e ele ficou parado a olhar para mim durante uns segundos  dizendo somente  "No me engañan, muéstrame tus ojos", espantada tirei os óculos e sorri, ele continuou a olhar-me fixamente nos olhos, voltei a perguntar quanto lhe devia, ele sorriu-me, respondeu-me, paguei-lhe, voltou a sorrir-me e tocou-me no braço, saí sem mais uma palavra. Não sei o que viu o tal senhor mas despiu-me mesmo ali, porque vim embora com a sede da curiosidade e a alma desnuda.

20 comentários:

  1. olá. é sinal que cativas logo, nos primeiros instantes. O senhor gostou de ti :) . vejo que te divertiste muito :) . deve ser gratificante fazer uma viagem dessas. beijos e uma boa quinta-feira. Obrigado pela tua resposta no meu espaço. Cris também te deixou resposta.

    ResponderEliminar
  2. Deve ter sido arrepiante. E se calhar até é melhor não ter dito mais nada: mais espaço para possibilidades sobre o que poderá ter visto. :P

    ResponderEliminar
  3. Deve ter sido uma experiência simultaneamente assustadora e entusiasmante :)

    Beijinhos e tem um óptimo dia :D

    ResponderEliminar
  4. Imagino que tenhas ficado curiosa e a sentires-te assim, realmente, é assim algo de misterioso...
    Em suma, uma experiência que vai ficar para sempre na memória.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Uau, experiência inebriante.

    ResponderEliminar
  6. Que coisa mais estranha, só a ti Vera :P

    :)

    ResponderEliminar
  7. Que situação mais estranha =O deves ter ficado mesmo com um sentimento estranho depois disso ter acontecido. Devido a falta de conhecimento do que ia na cabeça do homem =S

    agulhabairrista.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. uou! que brutal... deve ter sido uma sensação inexplicável.

    http://pegadafeminina.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Coisas surpreendentes podem acontecer em qualquer altura ou lugar.
    Um beijo e boa viagem.

    ResponderEliminar
  10. Eu não sabia como lidar com isso... A sensação de ter a alma desnuda. Que ele queria? É de se ficar curiosa também.

    um beijo de saudade

    (minha querida, a aplicação de seguidores que eu tinha foi descontinuada, de maneira que os que me seguiam deixaram de poder receber actualizações de posts meus; se caso pretenderes seguir-me novamente, está disponível uma nova aplicação :) )

    ResponderEliminar
  11. vês que és especial????

    I KNEW IT!!!!!

    ResponderEliminar
  12. O senhor anda a ver muito o Alta Definição :P *

    ResponderEliminar
  13. lolol eu tinha-lhe perguntado lol
    bjs*

    ResponderEliminar
  14. Mostra-me os teus olhos e dir-te-ei quem és...

    ResponderEliminar
  15. Viu lUZ!A luz que irradias...apenas o quis confirmar, olhando-te nos olhos!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  16. Amazing blog :)

    Everything is great.

    Follow each other?



    xoxo , Azra





    http://lajune16.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. o preço foi mostrar os seus olhos.
    deve ter os olhos claros,não?
    se não fosse um velhinho iria achar muito romântico
    @blogabs | Blog Emilie Escreve

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...