quarta-feira, 25 de julho de 2012

Post que fala sobre o meu cabelo (essa fantástica temática que não vos interessa para nada, mas sobre a qual me apeteceu escrever)

Há mais de dois anos que optei por penteados de cabelo curto, decidi-me e pronto, cortei 30 cm de cabelo de uma vez que aquilo já me andava a enervar, mas eu explico:

     O cabelo curto faz mais o meu estilo, não vos sei explicar, mas tem tudo a ver comigo, fico mais gira.

     Nunca consegui tomar banho sem lavar o cabelo, tipo às prestações, e lavar um cabelo comprido todos os dias não é propriamente fácil.

     Como pratico desporto diariamente é muito mais prático assim. (Apesar de existirem pessoas que vão ao ginásio suar até não poder mais e depois não lavam o cabelo no fim, eu não acreditava, mas que as há, isso há, quase fiquei traumatizada quando cheguei a essa conclusão)

Mas passemos ao que interessa, aqui há uns tempos deu-me a louca e cortei o cabelo mais curto de um lado e mais comprido de outro, por acaso acho que fiquei muito gira, mas não é penteado para se andar muito tempo, agora começa a crescer e parece mais o pêlo da minha Fofinha quando ela rebolava depois do banho no jardim. Como já não sabia o que lhe fazer coloquei-me em frente ao espelho durante uns 30 segundos e cheguei à brilhante conclusão que bastava virar o cabelo superior do lado direito para o lado esquerdo para ficar com um novo penteado, ainda mais curto de um lado mas muito mais apresentável, super moderno e tudo sem gastar tusto na cabeleireira.


E este post enorme para quê? Só para vos provar que sou uma criativa, caso ainda não tenham reparado pelos fantásticos posts que vou escrevendo por aqui.

26 comentários:

  1. Não sei o que fazes para além do desporto mas podias candidatar te a primeiro ministro e cortar o cabelo a alguns artistas que andam por lá a gastar o nosso suor!!!!
    E criatividade lá seria bem vista!!!
    Boas pedaladas....

    ResponderEliminar
  2. Pffft :) Gostei... realmente o cabelo comprido já é algo que também me começa a chatear, para além de temos de estar sempre a tratar dele e confesso que se há coisa para a qual não tenho paciência é essa mesma... tratar do meu cabelo... Por isso é uma ideia a ponderar...cortá-lo :) [o problema é que o meu cabelo é volumoso]

    ResponderEliminar
  3. Eu é ao contrário. Fui obrigado a cortar o meu e agora estou a deixá-lo crescer. Portanto, ainda bem que não sou desportista.
    E sim, eu cá acho que é muito criativa. Já eu é mais bolos.

    ResponderEliminar
  4. 30 cms de cabelo?
    é que agora é muito diferente...
    e parece que ainda terá ficado mais...
    fico curioso :)

    ResponderEliminar
  5. Eu devo ter cortado para aí uns 5 ou 10 cms, mas como não tinha o cabelo muito comprido, ficou super curto. Tenho 17 anos, nesta idade a malta quase que valoriza mais o cabelo do que as mamas (embora nenhum dos dois mereça grande valorização, mas vá) , resultado, toda a gente a chamar-me louca, que parecia um rapaz, que ficava muito melhor com o cabelo mais comprido.
    Agora ele está um bocadinho mais comprido, quase que me bate nos ombros e eu já só penso é como é que o hei de voltar a cortar. Acho que fico melhor com curto do que comprido e as pessoas mais velhas concordam comigo, mas a juventude "'tá quéto"
    Tu és sem dúvida criativa e ousada ;) Eu não me arriscava num corte desses, maior de um lado, mais curto do outro x)

    ResponderEliminar
  6. Nunca duvidei da tua criatividade...é intrínseca!

    Quanto ao cabelo...acho que o devemos usar como melhor nos sentirmos.

    Eu uso e sempre o usei curto...em "menina e moça" usava-o curtinho. Agora, mais compridito e com um corte que acho giro. Nunca o usei comprido, pois tenho "pelo de rato".

    Já me alonguei!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Gostei! Eu cá tenho de ter o cabelo comprido. Isto porque é encaracolado e, bem, curto não ficaria lá muito bonito, não...

    ResponderEliminar
  8. Uma mulher criativa e prática :P

    Beijito* grande :)

    ResponderEliminar
  9. ahah
    gostava de ver esse look! :)
    eu sempre me achei melhor com o cabelo curto também ;)

    ResponderEliminar
  10. Não entendi nada, Vera, coloca uma foto do penteado! Vá! :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  11. pronto, não imagino como tenha ficado mas não duvido que fique bem! ;)
    mas essas doideiras não eram para o meu rico cabelo (que nunca esteve tão comprido como agora).

    ResponderEliminar
  12. ahahahah tens de me dar umas dicas para o meu!!!!

    ResponderEliminar
  13. Agarra na tesoura e corta isso tudo -HAHA ou entao maquina HEHE.

    agulhabairrista.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Bem, pelo menos desenrascaste-te :P

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  15. Eu cá tenho o meu comprido e não consigo desfazer-me dele. Deve ser do trauma de criança de o ter tido sempre pequenito. Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Gosto muito desses penteados e nem em todos ficam bem... mas haja coragem para o fazer :)

    Para mim deves ficar linda de qualquer forma!

    Um beijinho risonho xxx

    ResponderEliminar
  17. ...além de criativa és também uma mulher cheia de iniciativa e muito prática (pelo que leio aqui no teu cantinho!) :)

    ResponderEliminar
  18. Pensei que tinhas agarrado na tesoura e que tinhas cortado o cabelo mais comprido...

    ResponderEliminar
  19. Eu cá, como em tudo, no cabelo é igual, dão-me "vaipes". Já fui ruiva, morena, loira, lisa, encaracolada, rapada e tudo o que se possa imaginar, neste momento está comprido e com madeixas loiras.
    Para o desporto realmente, só dá jeito na hora de o prender, porque passo horas da minha vida a lavá~lo e a tentar penteá-lo, mas só até ao dia de um novo vaipe.
    Quanto ao teu corte, acho brutal, já tive uma prof de combat com o cabelo assim e era o máximo. Jinhos :D

    ResponderEliminar
  20. :) E corajosa também (eu tenho um penteado parecido para aí desde os 5 ou 6 anos :)

    ResponderEliminar
  21. O que é preciso é ter ideias ;)

    ResponderEliminar
  22. O cabelo comprido dá mesmo imenso trabalho !

    ResponderEliminar
  23. A mim não me importa que dê um trabalhão eu só quero que o meu, cabelo, cresça sempre mais um bocadinho!! É o "amor à camisola" adaptado a "amor pelo cabelo"!! Ou algo do género! :p

    ResponderEliminar
  24. Eu de todas as maneiras, não consigo ficar mais giro...
    É humanamente impossivel... :)

    ResponderEliminar
  25. Uiii loira isso é que é poupar! Também cortei o meu.... bjo

    ResponderEliminar
  26. Então inspira-te um pouco mais aqui com as minhas sugestões! Aí é que vais ver o que é criatividade :P

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...