terça-feira, 3 de julho de 2012

Diário de uma Loira (ao pedal)

Ontem telefonou-me um amigo meu a combinar para umas pedaladas hoje, ao final do dia. Ando cheia de energia acumulada, tinha acabado de fazer 3 horas seguidas de aulas no ginásio e mesmo assim fiquei toda entusiasmada. Hoje voltou a ligar-me, eu perguntei se o encontro podia ser no ponto de partida mas ele diz que não, para o ir buscar ao café (devo ser uma gaja mesmo moderna para atravessar todo o centro da cidade só para buscar um gajo para pedalar). Acabadinho de montar na bicicleta e diz-me logo que quem manda é ele e que tenho de fazer o que ele quer (mau...já te estou a ver mal...), deixou-me aquecer, mandou-me para a roda dele (assim, uma ordem) e impôs um ritmo tão forte que morri logo na primeira subida (foda-se lá o gajo...), eu com a língua de fora e armada em forte não lhe larguei a roda (até chegar ao ponto de já nem conseguir falar para o avisar que não conseguia respirar), ele deixou-me recuperar e matou-me mais 4 ou 5 vezes num treino de séries que segundo ele é muito importante (credo...). Na volta exigiu-me que pedalasse acima dos 38 Km por hora durante 10 km seguidos, depois deixou-me descansar 2 km e voltou a impôr-me o ritmo dele até ao final (portei-me muito bem). Pelo caminho ainda me cruzei com a minha rival (gaja que sonha ficar à minha frente) no BTT, ela picou-se comigo (coisinha que me dá imenso prazer) e voltou a ficar para trás (temos pena, querida). Quando já sonhava com o banho quente e o merecido descanso ainda me obriga a fazer a última subida para ir com ele pelo café (outra vez...), como recompensa (???) por me ter portado à altura dele foi buscar um fino para cada um (como se eu fosse UM deles), bebeu o dele, bebeu o meu, veio acompanhar-me quase até casa e depois foi embora com a promessa de voltar a ligar-me brevemente (por favor, não faças isso). Eu, mal me consigo mexer, tive de comer um chocolate e tomar um café para conseguir escrever o post até ao fim e depois daquela despedida acho que vou trocar o número de telemóvel, ou isso, ou alguém que me ensine a ressuscitar.

15 comentários:

  1. Quando ligar, dizes "ESTE NÚMERO JÁ NÃO ESTÁ ATRIBUÍDO" %) Agora, bom descanso... :D

    ResponderEliminar
  2. Fiquei "estourada" só de ler...

    Como aguentas?

    Gostei que não desses parte de fraca!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Só me ocorre dizer:

    Nossa, que biolência! :P

    Descansa muito agora ;)

    Beijinhos e boa noite :D

    ResponderEliminar
  4. Bem, mas que grande aventura. E que em grande forma tu estás para conseguires fazer tudo isso depois de 3 horas no ginásio :P
    Ainda assim esses treinos são bons para levar (quase) ao limite ;)
    E compreendo perfeitamente o facto de teres tido imensa pena que a tua 'rival' tivesse ficado para trás, lol!!!
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  5. Reza para que ele não leia este post senão esperam-te pedaladas MUITO mais violentas. eheheheheh:)))

    ResponderEliminar
  6. Foi um dia em cheio :)

    Espero que já tenhas recuperado as forças :P

    Beijito* grande :)

    ResponderEliminar
  7. E mandá-lo à merdinha, não?? ;)**

    ResponderEliminar
  8. Acabei de descobrir o teu blog e adorei. Eu própria adoro pedalar, tenho treinado com alguns homens (não há por aqui mulheres que gostem de se cansar) e levo com cada coça...
    Pena que só descobri o BTT muito tarde na minha vida, tenho agora 45 anos e faço há 1 ano e meio, mas vou inspirar-me em ti. É assim mesmo, mulheres "com tomates" é que é... :)

    ResponderEliminar
  9. lololol bom humor Loira! No fim de tudo, já com o chocolate e o café a empurrar não deixaste de lado o teu bom humor!
    É corajosa!

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...