quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013



"A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse: “Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre."

José Saramago

16 comentários:

  1. tens razão,
    mas nem sempre é fácil...
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  2. Eu sinto-me assim, como se estivesse sempre a recomeçar :)

    ResponderEliminar
  3. Querida Vera, e eu que já recomecei diversas vezes, digo-te: faz-nos cada vez mais, melhores pessoas.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  4. That's what I need! Recomeçar... Belo texto obrigada pela partilha.
    Beijoc@

    ResponderEliminar
  5. Desta vez vais de bicicleta ou a pé? ;)

    ResponderEliminar
  6. É mesmo. A viagem nunca acaba. Há sempre mais para ver e rever.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  7. viagem com começo mas sem fim

    ResponderEliminar
  8. As viagens nunca têm fim, porque se prolongam nas memórias com que ficamos delas.

    ResponderEliminar
  9. è uma verdade, por vezes custa apenas recomeçar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. e é aqui que também podemos concluir que a vida é uma viagem, têm que ser uma viagem, porque com tantas alterações que ocorrem no dia-a-dia, existe sempre mil vezes de viver a mesma situação :)

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...