quarta-feira, 6 de março de 2013

Post com várias possibilidades de interpretação

Gosto de ler, não sei se já nasci a gostar ou se comecei a certa altura da vida e não me apercebi exactamente quando ou porquê, mas é um facto que não consigo parar de ler, sou completamente viciada. Já li livros de cerca de quinhentas páginas em um ou dois dias, deixei o que tinha de fazer para depois, deixei penduradas as pessoas que me reclamavam atenção, até houve alturas em que me esqueci de comer ou de dormir para ler rapidamente, ansiosa por mais uma página, por um final, por uma conclusão. Depois de alguns livros assim algo mudou em mim, há histórias que merecem ser lidas devagar, com calma, voltando atrás para absorver as ideias e os sinais que nos dão, relendo parágrafos com os quais nos identificamos, saboreando as palavras, interpretando a conjugação dos sentimentos. Há histórias que merecem toda a nossa atenção, tanto nos livros como na vida, porque na vida também é assim, convém ir lendo devagar, absorvendo e interpretando os sinais, porque a vida também tem finais inesperados, mas o início da história pode fornecer-nos muitas pistas que percorrendo as páginas ansiosamente nos podem passar despercebidas. Há histórias que merecem ser saboreadas, tanto nos livros como na vida.

31 comentários:

  1. Não podia concordar mais contigo Vera. Os livros, como a vida, são de facto para saborear. Bem devagar :) Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. É mesmo assim, concordo em pleno...
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  3. Nos livros, como na vida gosto de degustar os momentos quase que dissecando-os. Como quem come um a um os gomos de uma laranja, sabendo que numa mesma laranja há gomos mais doces e outros mais amargos, mas fazem todos parte da laranja.

    ResponderEliminar
  4. Recomendo: A profecia Celestina do James Redfield. Reli há pouco.

    beijos

    ResponderEliminar
  5. Concordo e assino por baixo,como sempre tens as palavras certas para descrever situações em que muitas pessoas se identificam.

    ResponderEliminar
  6. Há histórias mesmo fantásticas que nos prendem até a última palavra!

    ResponderEliminar
  7. E poucas pessoas entendem isso ;)

    ResponderEliminar
  8. sim. Compreendo, compreendo perfeitamente.

    Beijinhos
    Lili

    ResponderEliminar
  9. Eu sou como tu a ler! É tão bom ler assim um livro avidamente!! Obrigada pela tua visita e por seguires, também te sigo :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  10. E vivam os livros... e vivam pessoas como TU :)

    ResponderEliminar
  11. Ainda estou na etapa de devorar os livros. Não consigo passar uma semana a ler um livro, quanto mais um mês. Começa-se e acaba-se quanto antes.
    Também não consigo reler os livros, por muito que goste deles. Já me constou que isso não é um bom indicador. Mas então...
    Chego à conclusão de que aquilo que realmente me move, é a curiosidade, o saber como termina a história.

    ResponderEliminar
  12. É verdade o que dizes sobre isso de devermos saborear a vida. Mas também acho que há momentos que devemos viver freneticamente, como esses livros de 500 páginas que leste em apenas 2 dias. Na adolescência era tudo muito urgente, vivido rapida e ansiosamente e não era necessariamente mau. Faz parte. São fases.

    ResponderEliminar
  13. Vera este foi o melhor post que me recordo de aqui ter lido. Tal como num livro temos que reflectir e analisar na vida também. A idade vai alterando a nossa maneira de usufruir de uma dádiva, passamos a querer saborear em vez de engolirmos sofregamente. Excelente. Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Eu gosto de ler, embora não pegue num livro há imenso tempo. Mas quando começo também gosto de os ler depressa. Fico bastante curiosa para saber a história.

    ResponderEliminar
  15. Também adoro ler, mas por incrível que pareça as histórias que devia ler mais devagar por serem as mais belas são as que devoro mais depressa para chegar ao final...depois fico triste porque acabou!

    ResponderEliminar
  16. Querida Vera, identifico-me com o teu texto e com a maneira como lidas com a leitura e os livros.
    Sou devoradora de livros e tenho uma boa biblioteca. Também eu já deixei de dormir, só porque um livro me capta e me deixa a viajar por outros mundos...
    Tenho um péssimo hábito: não me consigo desfazer dos meus livros! Porque tal como tu, gosto de os reler, ou ler novamente uma passagem...
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  17. Eu também adoro ler. Não me acontece envolver-me tanto com todos os livros mas já ouve livros que me envolveram de tal modo naquele mundo que não consegui parar de ler e absorver todas as sensações que os personagens viviam :)

    ResponderEliminar
  18. Completamente de acordo...Com um livro podemos controlar o ritmo. Ou não!
    De certeza que és loira? :p

    ResponderEliminar
  19. E felizmente o tempo traz-nos a maturidade para sabermos que histórias merecem apenas que lhes passemos os olhos, e quais merecem ser saboreadas.

    ResponderEliminar
  20. Também adoro ler e também já tive esse hábito de devorar livros em vez de os saborear.
    De vez em quando ainda me acontece,( a última vez foi com a vida de Sana do Richard Zimmler) mas agora arranjei uma estratégia.
    Quando quero acabar de ler um livro muito rapidamente, vou assinalando as partes que devo reler quando terminar, para as digerir melhor.
    Tem resultado...

    ResponderEliminar
  21. Concordo plenamente há livros que nos agarram que não descansamos, enquanto não chegamos ao fim... Já fiz directas, já deixei de comer, já desmarquei tantas coisas... Mas depois há outros que merece todo o tempo para serem saboreados, entendidos, lidos e relidos... normalmente são esses os que mais nos marcam e os que mais gostamos :)

    ResponderEliminar
  22. Concordo contigo!!
    Devemos saborear tudo, contudo por vezes temos demasiada pressa.

    ResponderEliminar
  23. Nunca li nada tão verdadeiro...

    Gosto de saborear lentamente alguns capítulos de livros, mas principalmente, os da vida...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  24. São raros os livros que leio muito rápido, porque sempre que estou a ler um livro, tenho junto uma bic e um caderninho, onde vou apontado as frases que mais gosto.

    ResponderEliminar
  25. os livros são como a vida para serem bem aproveitados _:)

    ResponderEliminar
  26. Tenho andado preguiçosa nas minhas leituras mas também adoro ler ;)

    ResponderEliminar
  27. A minha relação com os livros nunca foi muito intima, dos poucos que li, teve alguns que simplesmenre devorei e outros que abandonei ao ler as primeiras paginas.
    Na vida, já fui apressada demais e desejei que tudo acontece-se como eu queria mas com os anos aprendi a viver mais devagar e apreciar as pequenas coisas que por vezes não valorizava, a aceitar que tudo tem um momento certo para acontecer, tornei-me mais calma.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...