quarta-feira, 31 de março de 2010

As teorias de uma loira - 1

A Loira gosta de homens que saibam como abordar uma mulher, seja em que situação for, há sempre uma maneira fantástica para o fazer, é só pôr a imaginação a funcionar. Agora, subir o passeio com o carro a pontos de quase entrar pela loja à qual se dirigia a loira e pelo caminho quase atropelar a amiga, para lhe dar um papel, com o número de telemóvel, escrito à mão ( se ao menos tivesse um cartão ), e dizer que precisa conhecê-la urgentemente.... Sério, isso não. Tenho só a declarar que no dia do acontecimento fiquei bastante preocupada, pensei mesmo em fazer um estudo sobre as probabilidades de um homem fazer isto, é que a mim é a segunda vez que me acontece, o pior é que na primeira vez quem me acompanhava era a minha fantástica mãe ( só agradeço por ela não sofrer do coração ). Falta acrescentar que este último indivíduo, antes de subir o passeio a alta velocidade vinha ainda a buzinar. Seria o Lewis Hamilton??? Secalhar era, eu é que de tanta vergonha, nem consegui olhar para o rosto dele. O que terá feito esta criatura pensar que eu lhe iria ligar???

13 comentários:

  1. Há mulheres capazes de fazer parar o trânsito, mas nunca pensei que as houvesse capazes de fazer subir passeios.
    De qualquer das formas, era uma abordagem que eu nunca iria fazer. Não que tenha amor ao carro, mas o amor que tenho às mulheres não justifica uma jante empenada.
    Acho que pelo menos deverias rir para o fulano. Ele ficaria na dúvida se te estavas a rir dele ou para ele,podendo tu seguir o teu caminho deixando o fulano esperançoso de te ver num outro passeio e de investir com o mesmo empenho numa próxima oportunidade, tendo, naturalmente, o cuidado de entretanto ter mandado fazer uns cartõezinhos que lhe dessem outro prestígio :p

    Beijo!

    ResponderEliminar
  2. Eu já parei um carro...

    Vamos ter a o tal diálogo?:p

    ResponderEliminar
  3. quis marcar a diferença ahaha

    ResponderEliminar
  4. O Idiota, ainda sorri, sou uma loira simpáctica, sorri, peguei no papel rasgado de envelope com o número escrito à mão e disse para ele, " vai pondo os auriculares que já te ligo ", depois, como boa menina, meti o papel na reciclagem, mas acho que pelo menos ainda o fiz ficar a olhar para o telemóvel durante algum tempo...

    Manuel, tu também? Não Acredito...
    O Shiuuuu publicou um último segredo antes das férias da Páscoa, eu comentei, vai lá ler, era mais ou menos aquilo que te queria dizer a ti.

    Diogo, bem... a diferença, conseguiu marcar, sem dúvida...

    ResponderEliminar
  5. Chii!!!
    O gajo quando te viu teve tanta pena de ti que foi logo entregar o seu contacto pessoal para tu teres consultas psiquiatricas com ele para ver se te ajudava e é assim que tu tratas o pobre ser humana que gosta de ajudar o proximo....

    ResponderEliminar
  6. Ah, então assim está bem! Um sorriso faz toda a diferença:)
    A ilusão que criaste no rapaz está perdoada por teres pensado no ambiente ao colocares o papeluxo no seu devido lugar :p

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Anónimo, vai passando por cá, talvez aprendas alguma coisa, lê lá com atenção. Continua a ser tudo uma questão de estilo, porque se a criatura me queria consultar a nível psiquiatrico, nada mais lógico do que ter o "tal" cartãozinho, com devida identificação. Se o número de telemóvel me fosse entregue nessas circunstâncias seria guardado com todo o prazer para necessidades presentes e futuras. Espera, eras tu anónimo??????

    O Idiota, beijinho :D

    ResponderEliminar
  8. Bem...eu confirmo, visto que eu era a amiga que ia ser atropelada pela criatura, so de imaginar a cena, so da vontade de rir,eu a entrar na loja, um CLK na minha direção a buzinar, subir em cima do passeio e ainda teve tempo de me dizer para chamar a Loira.E EU??!! Fugir para dentro da loja antes que fosse colhida...

    ResponderEliminar
  9. Miga, pelo menos a criatura serviu para nos fazer rir uma tarde inteira e para fazer um post, no blog da loira... ah ah ah

    ResponderEliminar
  10. Realmente, é um bocado de originalidade a mais... bom, mas há malucos para tudo ahah :)

    ResponderEliminar
  11. É isso Andreia, secalhar era maluco... :D
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Foda-se!

    Oh, desculpa! Tinha de dizer!

    ResponderEliminar
  13. Lampâda,

    Tás à vontade, aqui não há censura, diz o que te apetecer e por acaso Foda-se ainda é o que me ocorre quando me lembro disto.

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...