quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Olha que merda...

Não estão juntas há precisamente um ano.
A filha, que é minha prima, diz-me que vem cá pelo Natal, mas que é segredo, que é uma surpresa, que não conte nada a ninguém, principalmente à mãe.
A mãe, que é minha tia, anda a chorar pelos cantos, porque tinha esperança que a filha viesse no Natal, mas que afinal não vem, abraça-me e dá-me beijinhos, chora e diz que vai precisar de mim, porque sou a coisa mais parecida com a filha que ela tem.


Ainda tenho mais quatro semanas disto. Ajudar a filha a chegar, ir buscá-la ao aeroporto sem ninguém saber. Ajudar a mãe a sorrir sem lhe contar que afinal a filha vem e arranjar coragem para isso. Estas duas Loiras estão a dar-me cá uma trabalheira. Isto de tentar ouvir e ajudar toda a gente nem sempre é fácil.

30 comentários:

  1. Mas depois alegria compensa :-), digo eu...

    ResponderEliminar
  2. É uma grande Mulher, isso sim, mas vais ter de ter paciência, porque imagino a tua tia ao pensar que não vai ver a filha..
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  3. mas vai ser tao bom ver o reencontro delas =D
    pensa nisso...nas lagrimas de alegria de ambas e dos sorrisos =D
    Bjs*

    ResponderEliminar
  4. pois não... mas depois de veres a alegria das duas, acredita que vai compensar isso tudo, vais ver!

    ResponderEliminar
  5. Pá, faltou-me o s no É...
    Porque tu é que És...uma grande mulher...

    ResponderEliminar
  6. Oh vai ser uma surpresa linda ;)

    ResponderEliminar
  7. Hápoizé...
    ...mas já lá diz aquele ditado amaricano...

    "who does not want to be the wolf doesn't dresses it's skin..."

    :)

    ResponderEliminar
  8. ... também me posso abraçar a ti e dar-te beijinhos?! Posso? :D

    beijo
    Sutra

    ResponderEliminar
  9. Vê a coisa pelo lado positivo: estás envolvida numa grande surpresa.E isso compensa!!!
    E o natal é feito dessas pequenas/grandes coisas.

    ResponderEliminar
  10. Tens 4 semanas para dar mimo à tia, e 4 semanas para preparares a surpresa :)

    Tens muito com que te entreter :)

    (Já não bastam as 50 actividades por dia que tens :)) )

    Beijo grande
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  11. Não é fácil, mas tu consegues... Afinal, de que Loira falamos nós? Tu! E tu, consegues tudo, verás que o resultado compensará...!

    Beijinho, e olha, já avisei a cigana :)

    ResponderEliminar
  12. Força Loira tu consegues :)

    ResponderEliminar
  13. Pois, não é fácil.

    Eu e a minha irmã fizemos algo parecido á minha mãe no dia da mãe.
    Depois ainda me arrependi... sabes a que horas cheguei a casa com a minha irmã?
    Às 5h da manhã.
    A minha mãe não esperava por mim e muito menos pela minha irmã que vive fora do país. Além das filhas, ainda tinha as netas de 3 e 5 anos...

    A minha mãe ficou contente mas mesmo assim depois ainda pensei que deviamos ter dito.
    Uma pessoa ser acordado aquela hora da manhã, pelas netas... nem sabia se estava a sonhar se estava a ver bem... podia ter corrido mal, não sei...
    Além disso, não a fui visitar durante o dia e era o dia da mãe... foi esquesito.

    ResponderEliminar
  14. no fim vais-te sentir maravilhosamente bem por teres feito parte daquela alegria toda:)

    ResponderEliminar
  15. Há uns anos fizemos uma surpresa dessas e a pessoa que ficou surpresa ficou em estado de choque. Não foi nada fácil, apreendi que esse tipo de surpresas nem sempre é bom.

    ResponderEliminar
  16. Olha que belo espírito natalício! Contribuir para a alegria de duas pessoas: sim senhora, D. Vera, assim é que é. :D
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Vê lá se na altura não lhe dá uma coisinha má, de tanto stress acumulado :)

    ResponderEliminar
  18. Vê lá se a tua tia depois não tem um ataque cardiaco :s

    ResponderEliminar
  19. Imagina a felicidade da tua tia quando vir a filha???
    Vai ser o melhor Natal de sempre vais ver.
    Custa-te agora, mas no fim ver a felicidade delas vai ser a tua reconpensa pelo trabalho causado.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Faz um acordo com a mãe. Conta-lhe tudo e ela que não se desmanche, que faça uma cara de surpreendida quando a filha chegar.
    Com a emoção ainda dá um "treco" à senhora e ficas com o "Natal dos hospitais" eheheh.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  21. Ah, é verdade, não queiras beijar a Nina, porque a gaja cheira a chulé e tem hálito de peixe podre eheheh.

    ResponderEliminar
  22. Chisca,
    Eu tambémn acredito que sim.


    Riga,
    :)


    Li,
    A minha prima está nos Estados Unidos, a minha tia foi lá o ano passado e não voltou a vê-la e é filha única, se fosse a mãe já tinha enfartado.


    Katia,
    Mesmo...


    Belinha,
    Eu acredito que sim.


    Li,
    Somos.


    S*,
    :)


    Sonhadora,
    :)


    Ulisses,
    E a minha prima vem da américa.


    Sutra,
    Mas não pode ser em substituição de outra loira, como é o caso em cima.


    Inêzita,
    Mas ela chora e isto não se faz, se era surpresa, era para todos e eu não tinha que passar por isto.


    Cláudia,
    Aquela minha prima é mesmo assim, só me dá trabalhos.


    Margarida,
    Espero que resulte, é que eu vou mesmo aí bater-lhe se for preciso.


    34,
    LOL


    JS,
    Tu por favor não me assustes que eu ainda entro em pânico, deixo a minha prima na esquina e bazo, com medo que aconteça alguma coisa à minha tia.


    J.,
    Sem dúvida que sim.


    a Gaja,
    Agora fiquei aterrorizada, vou já ligar à minha prima.


    Túlipa,
    Não é fácil, acredita.


    Estrela,
    Não me digas isso.


    Corina,
    Nem tu... lol.


    Sara*,
    Eu só penso nisso, na carinha da minha tia quando vir a filha.

    ResponderEliminar
  23. Fofinho,
    Vocês dão-me tanta coragem que nem sei, "Natal nos hospitais". EU nem sei o que faça...

    A NINA é linda mesmo a cheirar mal.

    ResponderEliminar
  24. Ops... ñ queria assustar. DESCULPAAAA!!

    Vai ser giro. ;)

    ResponderEliminar
  25. Não é fácil não, acredito. Apesar de tudo... no fim é uma explosão de alegria. ;) beijo

    ResponderEliminar
  26. Eu vou ser desmancha-prazeres. Sabes que eu adoro surpresas mas receio sempre que uma surpresa demasiado forte cause problemas de saúde nas pessoas... É que emoção a mais pode não ser necessariamente boa...

    ResponderEliminar
  27. Guida,
    Claro que sim. Um beijinho.


    Malena,
    Eu vou falar com a loira prima, porque começo a ficar preocupada.
    Obrigado e beijinhos.

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...