sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Explicação clara e breve de: O que é uma gaja com sorte

Antes de mais, sim, eu digo gaja. Apetece-me. Vamos ao que interessa...
Uma gaja acha que o calçado de inverno que possui na cor azul já deu o que tinha a dar. Uma gaja encontra nos dias seguintes uns botins (a partir de agora designados como botas que para mim é tudo a mesmíssima coisa) lindos de morrer, altíssimos, em azul marinho e com aplicações de brilhantes a um preço ridículo de tão baixo. Uma gaja compra as botas e no dia seguinte rejubila pelas ruas com a sua nova aquisição. Uma gaja limpa as botas ao final do dia e até lhe apetece dar-lhe beijinhos de tão lindas que são. Uma gaja sai com elas pela segunda vez na semana seguinte e a meio do dia repara que lhe falta um brilhante, é o drama, é o horror. Uma gaja fica desgostosa, quase em depressão e não tem coragem de voltar a sair com as botas sem o dito cujo do brilhante apesar de saber que não haverá uma alminha à face da terra capaz de reparar que falta ali qualquer coisa a não ser ela própria. Uma gaja procura um brilhante daquele tamanho, parecido para colar ali e não encontra em lado nenhum. Uma gaja faz uma espécie de terapia e ao fim de três longas semanas já parece curada e decide-se a calçar as botas e usá-las sem a porcaria do brilhante. Uma gaja sente uma picada no pé, vai curiosa ver o que se passa e o brilhante está ali, dentro da bota, solitário e lindo que só ele. Vou ali comprar super cola 3 e já venho...

40 comentários:

  1. Eheheh... Pelo menos encontraste o brilhante :)

    ResponderEliminar
  2. Ahhhhhhhh isto só podia acontecer mesmo a uma gaja. Um gajo estava-se a lixar para o brilhante e para não acontecer o mesmo, arrancava os outros todos mesmo que as botas, ficassem a parecer que tinham 10 anos de uso.
    Isto se fosse um agjo, gajo, se é que me entendes :)
    Feliz fim-de-semana e obrigada por me arrancares gargalhadas, adoro a maneira como escreves.
    Bj**

    ResponderEliminar
  3. agio= gajo.
    Desculpa mas quando estou muito cansada, fico muito disléxica, a sério.

    ResponderEliminar
  4. E há gajas com muita sorte:)
    Com tanto espaço aberto para se perder, resolveu ficar dentro da bota:)

    ResponderEliminar
  5. e ainda por cima não magoaste o pé. :)

    beijo

    ResponderEliminar
  6. O brilhante estava a ficar farto do teu pézinho a pisá-lo :)

    ResponderEliminar
  7. Problema resolvido :D

    http://semjeitonenhum.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Realmente há gajas com sorte...
    Eu perdi um botão de um casaco que adoro... mas não o encontrei... Agora tenho que comprar e mudar todos os botões para voltar a usá-lo... Gaja com sorte vs Carminho azarada...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Eh eh eh eh eh. O que me fartei de rir, até porque é algo que aconteceria, por certo, a uma gaja como eu.

    ResponderEliminar
  10. Lol.
    Enquanto lia o post pensava em dizer-te que retirasses um brilhante no mesmo sítio mas na outra bota :D
    Ainda bem que encontraste o brilhante e assim volta tudo ao lugar.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. AHAH. ADOREI! És mesmo uma gaja com sorte. Se as tivesses calçado na mesma sem te importares com o raio do brilhantes já o tinha encontrado desde muito!! :p

    ResponderEliminar
  12. Adorei... Foi mesmo engraçado. Ainda bem que encontrou o brilhante.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  13. Há as mentes brilhantes e há os pés brilhantes! :P

    Beijos, loiraça!

    ResponderEliminar
  14. Eu também digo gajas e gajos... e olha, podes te considerar uma gaja de sorte ;)

    Bom fim-de-semana!
    Kiss

    ResponderEliminar
  15. ahaha afinal tudo se compôs e o sacana do brilhante só te quis pôr à prova :DD

    ResponderEliminar
  16. Que sorte! Adoro quando encontro coisas perdidas quando não estou à espera.

    ResponderEliminar
  17. vou-te dizer um segredo: isso tem cura!

    Beijo doce e bom fds xxxxxx

    ResponderEliminar
  18. eheh ainda bem que a busca ao brilhante perdido terminou da melhor maneira!

    ResponderEliminar
  19. he he he! Gaja que é Gaja, fica F@dida com essas cenas pá! :D:D:D

    ResponderEliminar
  20. Encontraste e acredito que ficaste feliz! :)

    ResponderEliminar
  21. confesso que me ri bastante com tamanha descrição de gaja com sorte!

    eu cá não sou dessas gajas com sorte...mas também não era capaz de encostar as botas por causa de um brilhante...mas era capaz de ficar desolada na mesma!

    Beijo e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  22. A Polo Norte tem um post destes mas em bom. Imaginação, conheces o conceito?

    ResponderEliminar
  23. Aproveita e joga no Euromilhões ;)

    ResponderEliminar
  24. Anónimo,
    Adoro a Pólo Norte, passo por lá algumas vezes para a ler e não me lembro de ler nada parecido com isto, pelo que me lembro das coisas mais intimas dela nem gosta muito de calçado, ou de falar dele.

    ResponderEliminar
  25. http://quadripolaridades2.blogspot.pt/2013/01/singularidades-de-uma-rapariga-loira.html?m=1

    O pior é que não é a primeira vez que leio o que escreves e sinto já que já li algo de muito parecido algures. É só estranho.

    ResponderEliminar
  26. Anónimo,
    Não vejo nada de parecido com os dois post's e digamos que se quisesse copiar ou imitar alguém (coisa que nunca faria já que me fizeram o mesmo em determinada altura e não gostei mesmo nada) era um bocado de estupidez a mais imitar logo uma das gajas que tem mais leitores da blogosfera não achas? Os meus leitores não acham concerteza nada de estranho com este post porque já estão habituados ao que escrevo e sabem que isto é MEU, se há coisa que não me falta é imaginação.

    ResponderEliminar
  27. Ahahahah a pedra no sapato era, afinal, um brilhante! :D

    ResponderEliminar
  28. Estava já a pensar que a solução seria tirar um brilhante do outro par :)

    ResponderEliminar
  29. ...e a gaja sentiu-se a mulher mais sortudo do mundo :):):):)...

    Fizeste-me rir!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  30. Ora botinhas! Agora estou curiosa para ver as botas e o brilhante. :P

    ResponderEliminar
  31. LOL. Faltou uma foto das botas lindas de morrer nesse post..rs!
    Emilie Escreve ~ FanpageTwitter

    ResponderEliminar
  32. Ehehehehehehehe

    Começa a andar com a cola dentro da mala para essas eventualidades.

    ResponderEliminar
  33. Eh,eh,eh!
    deixe lá que eu sou um bocadinho pior, Vera. Às vezes ando à procura dos óculos e tenho-os encavalitados na ponta do nariz. Até já me aconteceu andar à procura do telemóvel e tê-lo na mão...

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...