quarta-feira, 26 de novembro de 2014

É a emancipação masculina, é a invasão dos rosinha, é a tragédia, o horror. Socorro!!!

Antes de começar a pedalar não gostava de cor-de-rosa, nunca gostei, até quando era miúda, não descansei enquanto não convenci a minha mãe a tirar tudo o que era cor-de-rosa do meu quarto e colocar tudo verde, antes de 2010 não havia uma única peça de roupa ou acessório cor-de-rosa no meio das minhas coisas. Depois de começar a pedalar no meio do monte e no meio dos homens quis marcar a diferença, se agora não há muitas mulheres a fazer BTT, quando eu comecei eram ainda mais raras, talvez por isso o meu lado feminino falou mais alto e comecei a achar graça aos equipamentos cor-de-rosa, apaixonei-me por uma bicicleta preta e cor-de-rosa, comprei um capacete com cor-de-rosa, acessórios cor-de-rosa, mais peças para a bicicleta em cor-de-rosa e meias, no meio das meias coloridas a maioria são cor-de-rosa. Além de fazer um enorme sucesso, de toda a gente comentar a loira de cor-de-rosa e de toda a gente me ficar a conhecer, o cor-de-rosa era óptimo quando ia a uma maratona para encontrar as minhas fotos, era só abrir os álbuns das fotos na versão mais minúscula e facilmente detectava uma pinta cor de rosa no meio do verde e do castanho das montanhas, era eu a tal pinta cor-de-rosa, nunca havia dúvidas. Depois começaram a chegar mais mulheres ao BTT e de tempos a tempos as pintas cor-de-rosa começaram a ser mais e eu comecei a abrir fotos de outras miúdas, lindas de morrer, situação que me deixava muito feliz, era só procurar mais um bocadinho por outra pinta, a minha. Mas agora??? Agora é impossível. Agora são homens e mais homens vestidos de cor-de-rosa no meio do monte. Agora são equipas inteiras vestidas de cor-de-rosa. Agora são pintas e mais pintas e mais pintas cor-de-rosa. A sério, façam-nos parar, eu não aguento isto, um dia destes abri uma foto a pensar que era eu e saiu-me um homem, gordo, com uma barriga enorme, o capacete de lado e ainda por cima com bigode, vestido de cor-de-rosa. O cor-de-rosa é meu. Socorro, querem tirar-me o protagonismo.

8 comentários:

  1. Never, loira, never. Tu és loira. Nunca te esqueças disso.

    ResponderEliminar
  2. Pink on you, fuck on them ;)

    ResponderEliminar
  3. Deixe lá que isso vai acabar já.
    Com a detenção do Sócrates todos vão pôr o cor-de-rosa de lado.

    ResponderEliminar
  4. A "onda" passa e continuarás a ser a única!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Que graça, eu também não gostava nada mas agora até nem me importo lol

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. eheheh Isso não se faz à Loira :))

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Pelas imagens que tens colocado, acho as tuas meias super giras! E isso não há iguais! Pelo menos eu não tenho visto, e se começar a ver alguém assim não é essa pessoa que me vou lembrar é a ti porque tu é que começaste a fazer a diferença! ;)

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...