sexta-feira, 5 de maio de 2017

Bloqueio de leitora

Já não leio. Ou já não leio como lia. Meia dúzia de páginas cansam-me profundamente. Quero muito voltar a perder-me nas páginas de um livro, mas por muito que tente não estou a conseguir. Em vez de cerca de dez livros por mês tenho lido um ou dois, com algum esforço e força de vontade de tentar voltar aquilo que era. Já não leio. Ou já não leio como lia. Ainda assim continuo a carregar um livro sagradamente comigo, em casa levo-o atrás de mim para todo o lado e não saio para a rua sem o meter na mala, como se abandoná-lo fosse perder a esperança de voltar a perder-me na minha grande paixão. Já não leio. Ou já não leio como lia. Ainda assim continuo a carregar o peso dos livros comigo, talvez para provar a mim mesma que não me esqueci dos livros, talvez para provar aos livros que não me esqueci de mim. 

2 comentários:

  1. Olá :)
    Espero que ultrapasses esse bloqueio de leitora melhor que eu. Revejo-me totalmente nos sintomas que descreves. Quando comecei a padecer desse mal nem quis acreditar que tal acontecesse a alguém como eu, que vivia numa constante obsessão por livros, desde uma idade tão tenra, que ainda nem sabia ler.
    Um dia, comecei a sentir uma espécie de enfado. Um enjôo que me acompanhava até nas idas às livrarias, antes experiências tão eléctricas e felizes, tinham-se tornando uma desilusão. Lia contracapas e pensava "socorro, mais do mesmo!", abria um livro, lia uns quantos parágrafos e não me sentia cativada. Salvam-me da miséria absoluta os grandes vultos da literatura clássica, de outrora.

    ResponderEliminar
  2. Ótima postagem gostei muito, ganhou um fã abraços.

    Me segue, que eu sigo de volta!

    http://nintudo.blogspot.com.br/

    https://plus.google.com/+NinTudo/

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...