sábado, 20 de maio de 2017

Desculpa Salvador

Mas não se pode amar pelos dois. O amor tem de ser único, tem de ser partilha, tem de ser mútuo, tem de ser recíproco, tem de ser em comum, tem de ser união. O amor tem de ser a dois. O amor não se aprende nem chega devagarinho, o amor acontece, o amor é intenso, o amor é arrebatador, o amor é surpreendente, o amor é extasiante. Desculpa Salvador, mas não se ama sozinho, não se pode amar pelos dois. O amor só faz sentido a dois. O amor só faz sentido partilhado. O amor só faz sentido gritado ao mundo na primeira pessoa do plural. 





Obrigada Salvador. Obrigada Luísa. Não se pode amar pelos dois, mas pode cantar-se por uma nação inteira. Parabéns Salvador. Parabéns Luísa. 

1 comentário:

Aqui não há censura...