terça-feira, 22 de junho de 2010

No meu tempo de miúda um selinho era um beijo na boca...

... daqueles que só encostava-mos os lábios bem devagarinho, porque se fosse mais depressa era denominado de bate-chapas (que bela introdução).

Aqui na blogosfera um selinho é sinal de regras e desafios. Isto tudo para dizer que a Alguém, me ofereceu mais um selo, passo a cumprir as regras:

1- Enumerar o que significa a palavra amar para ti

Amor, para mim, é o que ponho em tudo aquilo que faço, é o que dou a todas as pessoas que fazem parte da minha vida e se há coisa que eu gosto em mim, é a minha capacidade de amar. Se me estavam a falar em Amor, como Homem/Mulher, sinto muito desiludir, mas não acredito nisso, pelo menos, até que apareça alguém que me prove o contrário.

2- Oferecer o selinho

Em vez de oferecer, quero desafiar dentro do desafio, digam-me aqui, na caixa de comentários, o que é o Amor para vocês, ou levem o selo para o Vosso blog e avisem-me para que eu possa ler a vossa descrição.

3- Comentar o blog do selinho

É já a seguir, mal acabe de publicar a mensagem, vou já ao blog da Joana Carvalho.

20 comentários:

  1. És uma grande mulher, irás encontrar o homem que te fará acreditar no amor, tenho a certeza :D

    Beijinho querida*

    ResponderEliminar
  2. Tu já sabes o que penso do amor, para mim não passa de uma ilusão criada pelas hormonas, e quanto ao amor que temos por familiares e amigos, são necessidades que temos de colmatar, afinal somos uns bichinhos gregários, necessitamos uns dos outros para nos sentirmos completos. Mas já estou a divagar, lol

    Beijinhos minha linda

    ResponderEliminar
  3. Amor, é difícil arranjar uma definição para esse sentimento. Pode ser algo maravilhoso e fantástico que nos faça levitar,sonhar, realizar, querer, desejar... mas também tem o lado negro, aquele que faz doer, que magoa, que desilude, etc...
    Mas para mim o amor, hum é apenas desejar aquela pessoa aqui ao pé de mim, ontem, hoje e para sempre. É sentir que tudo fica mais completo com ele aqui, tudo tem mais lógica. Não é que alguma vez tenha sentido isso, mas quero acreditar que um dia sentirei.

    ResponderEliminar
  4. tudo a seu tempo! quando menos esperas estas a viver um sonho, um sonho real! :)

    ResponderEliminar
  5. Olha, como diz o outro, o Amor é fodido! Encarnou em mim uma vez e não há meio de me ver livre dele..


    E pronto, isto foi o meu lado romântico elevado ao mais alto nível:-)

    beijocas

    ResponderEliminar
  6. Hoje em dia não são selinhos, hoje em dia parecem sugar-se um ao outro, na minha escola cada vez mais vejo cenas deprimentes. Oh God!

    ResponderEliminar
  7. dizem que o amor é...
    fogo que arde sem se ver

    ResponderEliminar
  8. Que paneleirice do caralho, pá.

    ResponderEliminar
  9. Alguém, és tão querida minha linda. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Waldorfa, isso mesmo, o amor são apenas hormonas, as minhas hormonas são um bocado amalucadas.

    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  11. a Gaja, muito lindo, adorei. Beijos.

    ResponderEliminar
  12. Ana, o teu lado romântico chega a ser parecido com o meu. Adorei.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  13. Borboleta, sim, tens razão, já tenho visto cenas dessas.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo, isso saiu-te mesmo bem, tive que ler duas vezes para ter a certeza que eras tu.

    ResponderEliminar
  15. Bock, é mesmo uma paneleirice, vai ler o post de cima que é muito mais divertido (ou não)

    ResponderEliminar
  16. Amor...
    É amar!!
    Não acreditas ainda?!
    Hummm, as hormonas devem estar mesmo distraidas. lol
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Vítor, as minhas hormonas são umas malucas.

    Beijo

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...